Já perdi a conta de quanto tempo passei explorando em Elite Dangerous. Explorando, viajando espaço afora, me deleitando com visuais maravilhosos e quase indescritíveis. O espaço exerce sobre mim um fascínio enorme, e títulos a ele relacionados geralmente caem no meu radar. Alguns passam despercebidos, outros, como o mais recente EVERSPACE, são bastante apreciados. Joguei também algumas horas de Space Engineers, e posso dizer que tudo ali foi bem divertido, embora eu não possa me orgulhar muito (por enquanto) das estações espaciais que construí.

Pois bem, se você aprecia títulos como Space Engineers, EVE Online, Elite Dangerous e até mesmo Minecraft, talvez seja bom ficar de olho no MMO Dual Universe, trabalho em progresso de uma desenvolvedora chamada Novaquark.

A empresa conta com talentos oriundos de empresas como Sony, Apple, CCP Games, Epic Games e Bioware, incluindo aí Hrafnkell Oskarsson, um dos designers originais de EVE Online. É muita gente boa envolvida em um projeto que parece extremamente promissor.

Dual Universe

A ideia da Novaquark é criar a primeira civilização virtual online, e ela conta com algumas tecnologias e ideias (ou, pelo menos por enquanto, promessas), bastante interessantes. Dual Universe contará com uma tecnologia chamada “Continuous Single Shard Cluster (CSSC)”, através da qual será possível, segundo a desenvolvedora, que milhões de jogadores interajam no mesmo universo, ao mesmo tempo e sem nenhum loading time. Todo mundo junto, dentro da mesma instância. Ninguém ficará separado.

Segundo a Novaquark, todos estes milhões de jogadores (no momento, a base de jogadores da fase pre-alpha conta apenas com alguns poucos milhares) poderão moldar o universo, terraformar planetas, construir veículos, naves e estações espaciais, armamento, edifícios terrestres, e o que mais a imaginação mandar. Teremos realmente, pelo que tudo indica e se tudo transcorrer conforme o previsto, um universo que será nosso sandbox.

Foi inclusive divulgado um trailer exibindo um pouco daquilo que a comunidade já criou, e o resultado é bem interessante. Veja:

A ideia de construir, interagir com outros jogadores em uma mesma instância, participar de ações em conjunto, batalhas, política, etc, soa muito atrativa. Futuramente, Dual Universe permitirá que os jogadores saiam em jornadas de exploração em busca de novos planetas, e também haverá um sistema econômico que possibilitará que os comerciantes de plantão vendam e comprem bens os mais diversos, incluindo aqueles coletados.

A política também está nos planos da Novaquark, e os jogadores poderão optar: serem lobos solitários ou então se juntarem a organizações as mais diversas, tendo então de lidar com os prováveis problemas (e benefícios) daí oriundos. É claro que os jogadores também poderão criar suas próprias organizações políticas, até mesmo segundo a desenvolvedora, bem como firmar alianças. Desavenças, é óbvio, poderão acontecer, e daí, fica a dúvida: diplomacia ou guerra?

Dual Universe

A Novaquark tem em mente criar realmente um mundo à parte. Uma civilização online, cuja direção será ditada pelas ações dos jogadores. Toda e qualquer ação terá uma consequência, tudo o que um jogador fizer refletirá no mundo, ou melhor, no universo em si. As consequências virão, uma hora ou outra, com maior ou menor força.

Dual Universe também utilizará uma tecnologia proprietária de voxels, e os jogadores serão capazes de editá-los de inúmeras maneiras a fim de trazer à vida as ideias que pululam em suas mentes. Desde veículos básicos até estações espaciais, passando pela terraformação de planetas, o que, sem sombra de dúvidas, é algo bastante tentador.

O jogo fez parte de uma das campanhas mais bem sucedidas no Kickstarter (a terceira maior em 2016), e atualmente já arrecadou mais de 1 milhão de dólares (combinados com a campanha no Kickstarter) através da venda dos supporter packs.

Dual Universe

Espaço, colocar a mão na massa, um universo inteiro para ser explorado, milhões de jogadores online, ao mesmo tempo, em uma mesma instância? Gameplay emergente? Histórias fantásticas que poderão ser experimentadas e contadas? Tudo isto pode até mesmo permanecer no campo das promessas, mas que é de dar água na boca, isto é, não é mesmo?

Fique com mais um trailer de Dual Universe:

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest