Com o anúncio de que LittleBigPlanet 2 será lançado em 16 de Novembro de 2010, muitas coisas me vieram à mente, e a principal delas, além do louco desejo de comprar um Playstation 3 apenas para jogar LBP 2 e seu antecessor, é a ausência de games semelhantes ou, pelo menos, pertencentes ao mesmo estilo da fantástica criação da Media Molecule.

Cheguei a ficar empolgado antes e após o lançamento de Kodu. Comprei o game realmente pensando que teria em minhas mãos a “resposta da Microsoft a LittleBigPlanet”. Fiquei muito impressionado com alguns reviews e vídeos que li e assisti, e também com exemplos de games criados com o game/ferramenta. Entretanto, tudo isto terminou em uma total decepção, dadas as limitações do game e a possibilidade de compartilharmos nossos games apenas com pessoas da nossa lista de amigos, diferentemente do que ocorre com o título da Media Molecule.

Criar e sair da rotina

Eu adoro criar, como já disse muitas vezes, e sinto falta de um game que me ofereça esta possibilidade. De um game que me permita criar níveis totalmente personalizados, com a minha “marca”, com tudo o que eu desejar inserir de bom (e de ruim 🙂 ), visando facilitar ou dificultar a vida de quem porventura vier a jogá-los. O Xbox 360 e a Xbox Live representam um conjunto plataforma-serviço fantástico, e um game nestes moldes teria tudo para dar certo no console da Microsoft.

Então, porque nenhuma empresa pensa em algo assim? Não quero, é claro, uma cópia de LBP, mas a criatividade humana é enorme, e é claro que idéias devem existir aos montes, por aí. Idéias que fujam do padrão LittleBigPlanet mas que ao mesmo tempo “forneçam o controle ao gamer”. Fico me perguntando como e por que ainda não foi lançado, para o Xbox, nenhum “game criador de games” dotado do mesmo poder e com o mesmo lado social que LittleBigPlanet. Medo?

Se for este o caso, a Microsoft tem muito mais know-how do que a Sony, quando se trata de lançar e promover produtos que apelam para o espírito de comunidade das pessoas. Desenvolvedoras com idéias semelhantes em mente poderiam muito bem, em minha opinião, utilizarem todo o “poder de fogo” da Microsoft para transformarem suas idéias em código, desde que, é claro, a gigante de Redmond concorde com a presença de um game assim na biblioteca de seu console (aliás, não vejo nenhum motivo para recusa).

Um game nestes moldes, oferecendo aos gamers possibilidade de criar fases e/ou games de forma simples e ao mesmo tempo poderosa, e disponibilizando ferramentas e meios de compartilhamento não limitados à lista de amigos, com toda certeza seria um sucesso.

Um jogo assim faz  falta na biblioteca de games do Xbox 360, console cuja rede é a mais bem estruturada e repleta de recursos da atualidade. O Xbox 360 precisa, principalmente agora, em “tempos de Kinect”, de games que tirem ainda mais o jogador do comodismo e o façam pensar ainda mais. De jogos que o façam dar asas à imaginação. De títulos que instiguem e libertem o gamer da muitas vezes simples e rápida rotina de “ligar console ==> iniciar game ==> start ==> atirar, atirar, atirar ==> menu inicial ==> dashboard ==> desligar console”.

O sucesso seria certo

Não é à toa que LittleBigPlanet possui uma legião enorme de fãs, e mais de 3 milhões de cópias do jogo já foram vendidas. Criar é muito divertido, e se vocês derem uma olhada neste vídeo, o qual contém a parte 1 de uma fase criada pelo Eng. Leo, do blog Consoles & Jogos Brasil, vão visualizar o que eu estou tentando dizer. É claro que muitos de vocês já devem ter jogado, criado fases, compartilhado, jogado fases alheias, etc, em LBP, mas fica aqui a pergunta: por que o Xbox 360 ainda não possui um game assim em sua vasta biblioteca?

Uma de nossas poucas salvações, felizmente, é o sensacional editor de pistas existente em Trials HD, game que até hoje faz muito sucesso e vai continuar fazendo, principalmente após o anúncio de um novo DLC e de um concurso de criação de pistas. Aliás, Trials HD é fantástico, vale lembrar, mas o compartilhamento das pistas está limitado à lista de amigos. O que eu tenho em mente, mesmo, é uma ferramenta para criação com maior liberdade, tanto no tocante ao tipo do conteúdo a ser criado quanto em relação ao compartilhamento.

Em minha modesta opinião, algo nestes moldes venderia muito, se lançado para o Xbox. E nós, donos do console da Microsoft, precisamos muito de um jogo assim (e merecemos), principalmente para criarmos paródias tendo as 3 luzes vermelhas como tema. 🙂 Ainda estou aguardando a “resposta da Microsoft a LittleBigPlanet”, e este artigo formaliza meu desejo de ver tal resposta.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest