A Plague Tale: Innocence (site oficial) é um jogo, em minha opinião, bastante promissor. Nele, encarnamos uma jovem chamada Amicia, a qual tem de cuidar de seu pequenino e doente irmão Hugo.

O jogo se passa durante o período da peste negra, no século XIV, e nele temos hordas assustadoras de ratos que são intimidados apelas pelo fogo. O jogo encontra-se em desenvolvimento pelo Asobo Studio, sediado na França (o estúdio também colaborou no desenvolvimento de Quantum Break e ReCore), e será publicado pela Focus Home Interactive.

A Focus Home, aliás, tem alguns títulos muito interessantes em seu catálogo, tanto já lançados quanto vindouros, como por exemplo Vampyr, The Surge 2, The Council, Call of Cthulhu, Insurgency: Sandstorm e Battlefleet Gothic: Armada.

A Plague Tale: Innocence

A Plague Tale: Innocence será lançado em 2019 (a data exata ainda não foi divulgada), para PC, Xbox One e PlayStation 4. Trata-se de um jogo, como já dito acima, ambientado na Europa durante o período da peste negra. Os dois irmãos (órfãos) enfrentarão uma terrível e mortal onda de ratos, a qual tem também a ver, segundo a desenvolvedora, com algo sobrenatural, e não apenas com a peste.

Os dois, aliás, estão fugindo da Inquisição, vale ressaltar. O título contará com elementos de aventura, ação e também stealth, vale também lembrar, o que em minha opinião deixa tudo mais apetitoso ainda. No jogo, hordas de ratos invadem campos de batalhas, cidades e vilas, com enorme ferocidade. É realmente algo assustador, e se você tem muito medo de ratos, é bom nem cogitar em jogá-lo.

Hoje foi divulgado um vídeo com 16 minutos de gameplay do jogo. Segundo a Focus Home Interactive, tal vídeo foi gravado à partir de uma sessão de gameplay exclusiva para jornalistas durante a E3 2018, e através dele podemos observar um pouco dos gráficos do game (bonitos, por sinal), e também de algumas de suas mecânicas.

A Plague Tale: Innocence

No vídeo, podemos observar como Amicia utiliza o fogo para afugentar as hordas enormes de ratos. Podemos observar também a utilização de cadáveres como iscas, bem como de inimigos vivos. Podemos seguir os dois irmãos enquanto eles abrem caminho em meio aos roedores ao mesmo tempo em que seguem um velho aqueduto, o qual, pelo que tudo indica, os levará até algum destino importante na trama.

Na sequência de A Plague Tale: Innocence demonstrada no vídeo, a ação acontece bem no meio de um campo de batalha, onde lutaram os exércitos da França e da Inglaterra, em um conflito que faria parte daquilo que mais tarde será conhecido como a “Guerra dos Cem Anos”.

Não faltam momentos de ação furtiva, e achei muito interessante o modo como Amicia conduz seus companheiros de jornada (há um outro menino, além de seu pequeno irmão) em meio a corpos em decomposição e ratos, os quais aparecem de todos os cantos, aos milhares, devorando tudo aquilo que atravessa seu caminho, sendo parados apenas pelo fogo.

Amicia utiliza tochas e também acende montes de palha no meio do campo, para afugentá-los, além de utilizar velhas máquinas de guerra abandonadas.

A Plague Tale: Innocence

Está aí um jogo bastante promissor, com um enredo aparentemente interessante e mecânicas diferentes, além de uma ambientação pra lá de cativante. É uma pena, entretanto, que ele esteja programado para lançamento apenas em 2019, isto se não acontecer algum tipo de adiamento.

De qualquer forma, fique com o vídeo de gameplay. São 16 minutos muito bacanas:

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest