De acordo com Patrick Seybold, um dos diretores da Sony, em um post no Playstation Blog, a empresa lançará uma atualização de firmware para seu console em 01 de Abril de 2010, a qual desabilitará o recurso “Install Other OS” das versões não slim do Playstation 3. Aliás, as versões slim do Play3 já foram lançadas sem esta funcionalidade.

Através do “Install Other OS”, é possível instalar outros sistemas operacionais no Playstation 3, recurso este muito interessante e muito apreciado pela comunidade de gamers que possuem um Play3. É possível, por exemplo, instalar-se (por enquanto) uma distribuição Linux no Playstation 3. O problema, entretanto, é que este recurso foi explorado pelo hacker George Hotz, e resultou na infeliz façanha a respeito da qual já comentamos por aqui.

Infelizmente, este é o preço que os gamers que compram games originais terão de pagar, por culpa daqueles que não se importam com este tipo de coisa e não viam a hora de alguém encontrar, explorar e divulgar alguma brecha no até então “blindado” Playstation 3 que possibilitasse a utilização de games não originais.

O Patrick Seybold disse o seguinte no Playstation Blog:

A próxima atualização de software do sistema para o sistema Playstation 3 (PS3) será lançada em 1 de Abril de 2010 (JST), e irá desabilitar o recurso “Install Other OS” que estava disponível nos sistemas PS3 anteriores aos atuais modelos slim, lançados em Setembro de 2009. Este recurso permitia que os usuários instalassem um sistema operacional, mas devido a preocupações com a segurança, a Sony Computer Entertainment irá remover a funcionalidade através da atualização de software do sistema 3.21.

O update não será obrigatório, mas quem não atualizar, perderá acesso à PSN, dentre outras coisas.

Alguns comentários

Talvez a Sony tenha encontrado na retirada do “Install Other OS” uma resposta mais rápida e simples às ações do hacker que mencionei acima e à toda a possível “reação em cadeia” que seu alardeado destravamento com certeza provocou e ainda provoca. É claro que esta medida teve o tal destravamento como alvo principal, e não chego a culpar a Sony. Ela está fazendo o que está em seu direito, visando blindar novamente seu console contra a pirataria.

A parte complicada, aqui, é que estão retirando uma funcionalidade, ao invés de incluir. Um update que na verdade é um downgrade. E, mais uma vez, os gamers que compram jogos originais serão prejudicados por culpa de outros que não seguem a mesma “linha”. Mais uma vez, infelizmente, ações drásticas são tomadas por uma grande empresa e os mais prejudicados são aqueles que sempre mantiveram seus consoles sem qualquer tipo de modificação indevida.

Dizer que a pirataria é culpa dos altos preços dos games e consoles é muito simples, e não justifica o ato em si, principalmente porque esta é uma situação que ocorre principalmente no Brasil, onde somos massacrados por uma carga tributária abusiva. Não fossem os impostos sobre games e afins tão altos, a pirataria também não seria tão alta.

Empresas gastam milhões e mais milhões desenvolvendo e mantendo um game e/ou um console, e outras gastam também milhões e mais milhões, além de alguns anos, muitas vezes, trabalhando no desenvolvimento de um game. Isto sem contar com todo o background por trás disso: comunidade, suporte, atualizações, etc. Não creio que seja justo, portanto, encontrarmos, por exemplo, um God of War III sendo vendido por 10 reais “ali no camelô da esquina”.

Sei que muita gente discordará da minha opinião, mas sou contra a pirataria. Esta atualização 3.21 para o firmware do Playstation 3 prejudicará principalmente a quem só compra games originais. Não culpo a Sony, entretanto. Os culpados são outros, e eles estão bem enraivecidos neste momento. Mas, infelizmente, ainda restará aos mesmos a possibilidade de não atualizar o firmware de seus consoles. Só não sabemos até quando. 🙂

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest