A desenvolvedora independente Strange Loop Games me forneceu acesso a seu game Vessel (ainda não lançado), e confesso que fiquei muito, muito entusiasmado com o que vi. Vessel nos apresenta uma mistura de physics-based puzzles com aventura, em um título em 2D no qual a água possui papel importantíssimo. Se em outros jogos eletrônicos a água representa o papel de mero coadjuvante, em Vessel ela é essencial. E justamente aqui está um dos muitos elementos charmosos do game da Strange Loop.

No título, o inventor Arkwright consegue dar vida à água. Ele cria criaturas chamadas Fluros, as quais são também parte importantíssima do gameplay. O jogo impressiona logo desde o início, com sua bela trilha sonora e seus gráficos extremamente bonitos. Vessel é um jogo repleto de puzzles, e é fantástico o modo como os Fluros podem ajudar o protagonista a resolvê-los.

Eles também podem atrapalhá-lo, é claro, e fica nas mãos do jogador decidir quando e qual Fluro deve, por exemplo, ser eliminado. É importante destacar que muitos Fluros, meio que fora de controle, começaram a se espalhar por todos os lados e a destruir várias máquinas de seu inventor, e uma das incumbências do mesmo será recuperá-las.

O game conta com perspectiva lateral, e a câmera, dinâmica, realiza um trabalho fantástico, se aproximando ou se afastando do protagonista e/ou de outros pontos de interesse conforme o momento e a necessidade. O jogador é introduzido no mundo de Vessel já contando com a ajuda de um Fluro, o qual consegue abrir uma porta bloqueada. É interessante também o fato de Arkwright se mostrar espantado com o comportamento dos Fluros, e vale mencionar que muitas vezes existem diversos deles em jogo.

Vessel conta com efeitos de iluminação fantásticos, os quais ajudam a transformar a experiência em um espetáculo visual, espetáculo este bastante incrementado pela presença de diversos e diferentes puzzles que sempre possuem a água como elemento principal. A física do jogo é extremamente sofisticada. Alguns objetos espalhados pelo cenário caem e se quebram de tal maneira que percebemos claramente o impacto que seus diferentes tamanhos, formas e pesos causa em seu deslocamento.

Além disso, o elemento “água” se mostra bastante convincente e reage de maneira muito bacana, também respeitando a física sensacional do game. Jatos d’água podem inclusive impedir o avanço do protagonista, de acordo com a pressão do fluxo, e em alguns momentos do jogo temos de lidar com mecanismos que disparam água, sendo que a altura do jato pode ser regulada e também influenciará na resolução do puzzle.

Em algumas partes de Vessel parece que estamos jogando um game cooperativo. Com os tais Fluros. Eles chegam a atuar em conjunto com o protagonista, e até aguardam que este realize a próxima ação antes de prosseguirem. Existem momentos em que mais de um Fluro pode ser criado pelo jogador, através de algumas máquinas espalhadas pelo jogo. Estes diversos Fluros também podem ajudar na resolução dos problemas, ativando switches, alavancas, etc.

A criatividade demonstrada no jogo como um todo é realmente notável. Por exemplo, para abrir caminho em determinado momento, o jogador deverá  fazer com que um balde de madeira  cheio d’água tombe. Assim que isto acontece, a água começa a escorrer sobre um mecanismo mais abaixo, e sua força faz com que o mesmo comece a se movimentar. O resultado disto é a abertura de mais uma porta, e a consequente “permissão de acesso” para Arkwright.

Vessel é repleto de engrenagens, engenhocas, switches, máquinas estranhas, botões e mecanismos que trabalham à base d’água. O próprio Arkwright pode utilizar uma pistola d’água, pistola esta que, é claro, pode ter sua “munição” esgotada bem rapidamente. Mas ela também conta com um modo de sucção que permite que o jogador a recarregue, inclusive removendo a água que compõe o corpo de um Fluro, por exemplo (o que significa o fim da criatura, é claro).

Esta tal pistola pode possuir diversas utilizações, e inclusive pode destruir criaturas formadas por lava, as quais podem causar grandes danos ao protagonista. Passeios em misteriosas cavernas utilizando uma espécie de gancho deslizante também fazem parte do jogo. Nestes momentos, o jogador pode ajudar a impulsionar o personagem movimentando o corpo do mesmo: mais um exemplo da física bacana do game.

Em Vessel, a água é elemento primordial. Arkwright criou os Fluros, criaturas formadas por água. Diversas engenhocas funcionam desde que água seja nelas injetada.  Espécies de mangueiras gigantes enchem (com a devida ajuda do jogador) reservatórios que, ao chegarem a determinado nível, fazem com que switches sejam desbloqueados, e passem a ser utilizáveis. São inúmeras e criativas as maneiras como Vessel lida com a água.

Além disso, o inventor possui o poder, durante o jogo, de criar outros Fluros não somente através das máquinas acima mencionadas. Ele conta com sementes que, quando jogadas na água, fazem com que uma nova criatura nasça. As pequenas e simpáticas (algumas vezes) criaturas são frágeis, mas Arkwright conta com  um estoque ilimitado de sementes, o que ajuda muito. Vessel conta com uma trilha sonora extremamente bonita e relaxante, e é um game realmente interessante e criativo. Os ambientes do game são extremamente elegantes e detalhados, e o jogador se sente imerso em um mundo extremamente convidativo.

Em um jogo que possui como elemento principal a água, podemos dizer que jogá-lo é um exercício prazeroso e que transcorre com extrema fluidez. Muitos e variados puzzles tornam a aventura extremamente deliciosa e diferente, e o game ainda apresenta ao jogador várias informações relevantes escritas pelo próprio Arkwright em seus cadernos. Informações muitas vezes técnicas ao extremo, mas sempre interessantes.

Vessel é um belo jogo criado por um estúdio independente. O título pode agradar a muita gente, e será lançado em 01 de Março de 2012, no Steam, e custará US$ 14,99. Um preço muito bacana, creio eu, para um jogo que aborda puzzles e aventura de uma maneira bem diferente, transformando a água em arma, ferramenta e solução.

Enquanto aguardamos pelo lançamento de Vessel, dê uma olhada em um vídeo de gameplay que gravei:

Link para o vídeo em 720p:

http://www.youtube.com/watch?v=st1c_3kZdWQ&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest