Mais um ano, mais uma versão da franquia de simulação de Formula 1 da Codemasters. F1 2014 será lançado para PC, Xbox 360 e Playstation 3 no próximo dia 17 de Outubro. Uma outra versão (F1 2015) deve ser lançada no próximo ano. Esta será a primeira para sistemas de última geração (incluindo o PC, claro).

Recebi um build do jogo para testes (PC) e gostaria de dizer de antemão que não sou especialista neste tipo de jogo. Aqui se encontra, portanto, a opinião de alguém que não tem vergonha de dizer que utilizou vários dos sistemas de assistência presentes no título durante a maior parte do tempo, e que também desligou vários deles por algum tempo, para logo em seguida descobrir como é difícil controlar estes carros a altíssimas velocidades, muitas vezes sob chuva e/ou condições bastante desfavoráveis (condições que também acabam resultando em um espetáculo visual imperdível, vale lembrar).

F1 2014

F1 2014 conta com um novo modo de avaliação e ajuda. Um sistema capaz de ajudar bastante aos novatos. Logo no início, após nos identificarmos, somos lançados em uma corrida com apenas uma volta, e ao final dela o próprio jogo sugere qual é o nível de dificuldade que melhor se adequa às nossas habilidades (ou ausência delas), bem como quais assistentes devem ser ligados e desligados. Podemos aceitar as sugestões ou não.

A versão de testes, infelizmente, é um tanto quanto limitada. O modo carreira não está habilitado (assim como o multiplayer), e temos à disposição somente os modos “Grande Prêmio” e “Área de Testes”. No “Grande Prêmio” temos 11 escuderias à disposição, além de 13 pistas.

Aqui devemos selecionar uma escuderia e um piloto, para logo em seguida escolher uma corrida, sendo possível definir o número de voltas e as condições climáticas. O nível de participação, a profundidade, digamos, também pode ser alterado, e o jogador pode optar por algo mais complexo, inclusive com voltas classificatórias.

Já dentro do menu “Área de testes” temos uma novidade muito interessante. Trata-se do “Modo de Cenários”, através do qual é possível reviver momentos que realmente aconteceram na Formula 1. Por exemplo, o jogo fornece uma série de situações ao jogador, e este deve então corresponder aos objetivos.

Realizar uma ultrapassagem em uma condição desfavorável e recuperar a posição anteriormente ocupada, repetir a vitória de uma determinada escuderia em certo ano, recuperar-se após um erro, etc.

F1 2014

São todas situações que realmente aconteceram, F1 2014 as descreve com detalhes e nos apresenta o objetivo, o qual sempre deve ser igualar o desempenho do piloto em questão, no mínimo. Também estão disponíveis dentro da “Área de testes” os modos “Time Attack” e “Time Trial”, vale lembrar. Segundo a Codemasters, F1 2014 conta com diversas novidades que refletem recentes mudanças no mundo da Formula 1, como por exemplo a substituição do DRS pelo ERS. Estas novidades com certeza serão melhor apreciadas pelos jogadores veteranos, conforme vão desligando os assistentes.

A versão de testes conta com 10 cenários, sendo que o jogo full contará com 20, e existem 4 níveis de dificuldade diferentes: “muito fácil”, “fácil”, “médio” e “difícil”. O game ainda está sendo melhorado, vale lembrar.

Ele exibe constantemente a frase “F1 2014 – Work in Progress” no topo da tela, aliás. Algumas coisas devem ser alteradas e aprimoradas até o lançamento, como por exemplo a IA, tempos de loading (que em alguns momentos são um pouco longos) e a integração com a RaceNet (indisponível por enquanto).

A Codemasters segue uma tendência que já há algum tempo é padrão em muitos jogos de corrida e simuladores: oferecer meios para que diferentes tipos de jogadores aproveitem o jogo. Assim sendo, F1 2014 é um jogo também acessível ao jogador casual, devido ao fato de contar com diversos assistentes que podem ser ligados (ajuda com os freios, na direção, na tração, câmbio, boxes, etc – e tudo isto com vários níveis diferentes).

A experiência pode ser ajustada e ficar sob medida, dependendo do gosto e das habilidades do piloto. Isto é bem interessante e acaba fazendo com que mais pessoas se interessem pelo título (e o joguem), o qual pode se transformar ou não em um simulador.

F1 2014

Os controles, pelo menos na versão que testei, estão muito bons. Temos respostas rápidas nos momentos de frenagem e aceleração, e com todos os assistentes ligados, muitos jogadores poderão ter até a impressão de realmente estarem controlando totalmente os carros.

Os gráficos de F1 2014 estão bonitos, muito bonitos mesmo, mesmo sem muitas diferenças em relação a seu antecessor. Como sempre, tempo desfavorável acaba resultando em cenários mais bonitos, em mais espetáculos, e dirigir sob chuva, por exemplo, é incrível (apesar dos problemas com o controle do carro, dependendo da situação e das escolhas que se faz).

Trata-se de um jogo bonito, acessível a uma ampla gama de jogadores e que deve melhorar ainda mais quando for finalmente lançado. Devido a algumas restrições de licenciamento, também não pude publicar nenhuma das screenshots que capturei enquanto jogava (e foram muitas), apenas as acima, fornecidas pela Bandai Namco Games.

Hoje foi disponibilizado um novo trailer do jogo, falando nisso. Dê uma olhada:

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest