Trailmakers foi lançado recentemente no Early Access do Steam (mais precisamente, no último dia 30 de Janeiro). Desenvolvido pela Flashbulb Games, empresa formada por ex-membros da Press Play (criadora de Max and the Magic Marker) , trata-se de um título bem interessante, que deve agradar bastante aos jogadores que gostam de colocar a mão na massa.

Se você gosta de Space Engineers, Planet Coaster, Minecraft, e tantos outros games similares, coloque Trailmakers em sua wishlist. O jogo conta com um modo campanha bastante interessante, e também com um modo sandbox, no qual não há nenhum tipo de limitação em relação ao tipo e à quantidade de peças que podem ser utilizadas. Acredite, aqui, o céu é o limite (valendo a pena lembrar que a Flashbulb promete ir adicionando mais peças ao longo do tempo – lembre-se, o jogo está no programa Acesso Antecipado.

 

Começando pelo modo campanha (Expedition), temos um enorme mundo aberto repleto de rampas, montanhas, elevações, muros, ladeiras enormes, obstáculos diversos, e mais uma série de outros elementos. O mundo no qual acontece a campanha do jogo é bem vasto, e você deve progredir alcançando checkpoints espalhados pelo mapa.

Há um pequeno detalhe, porém: é preciso construir seu próprio veículo e em seguida ir adaptando-o. A física do jogo é bem realista, então fique atento a detalhes como aerodinâmica, balanceamento do peso, motores, formato do veículo, etc.

Trailmakers

Cada desafio, antes da chegada a um checkpoint, exige que o jogador faça adaptações em seu veículo. Você poderá/deverá, por exemplo, adicionar mais motores, reduzir o peso através da redução de partes diversas (motores extras, blocos, rodas, etc), alterar o posicionamento de determinado detalhe do veículo a fim de contrabalançar seu peso, adicionar mais rodas, etc. Em tela, é constantemente exibido o peso de seu veículo, além da quantidade de blocos utilizados (também é informado o peso de cada peça antes de sua respectiva adição, é importante ressaltar). E vale também a pena dar um aviso: é possível que você tenha de reconstruir totalmente seu veículo – este é um jogo para quem gosta de colocar a mão na massa, de criar, de inventar.

Alguns desafios são mais difíceis, outros são mais fáceis. Por exemplo: para saltar sobre determinado precipício e alcançar o outro lado são e salvo, precisei reduzir o peso do veículo, alterar a disposição de alguns blocos e também adicionar mais motores, a fim de ganhar mais velocidade. E assim por diante.

Trailmakers

Durante nossa expedição pelo planeta Tinka, o mundo de Trailmakers, devemos coletar peças e gemas que liberam a construção/adição de cada parte coletada (motores, blocos de construção, engrenagens, peças para aerodinâmica, etc). Existe muito espaço para exploração, também, e a cada checkpoint você é apresentado a um relatório que informa tudo o que você coletou e também sugere que você volte atrás para coletar itens esquecidos. É muito bacana, além de recomendável: afinal, você não quer ficar sem aquele motor extra nos momentos de apuros, não é?

A campanha, ou expedição, acontece em um mundo muito bonito. Lagos, praias, montanhas, estruturas metálicas, pântanos, longos espaços que devem ser saltados, além de subidas bastante íngremes, fazem parte do planeta Tinka. O planeta, aliás, conta variados desertos, o que deixa tudo mais bonito ainda, principalmente quando seu carro está correndo.

Trailmakers

A campanha também funciona como uma espécie de tutorial (há um rápido tutorial inicial, vale ressaltar) para o modo sandbox, o qual, em minha opinião, deverá se transformar no maior atrativo do jogo. Imagine a quantidade de pessoas que se interessam por games assim: construir seus próprios veículos, aéreos ou terrestres, testá-los, realizar modificações, participar de sessões multiplayer com veículos desenvolvidos por outros jogadores e, quem sabe, batalhar até a morte. Imagine, também, se for implantado suporte ao Steam Workshop: aí muita gente vai literalmente pirar, tenho certeza (eu incluso).

Trailmakers

No modo sandbox é onde a verdadeira mágica acontece. Ali, você pode utilizar qualquer tipo de peça, sem limitações no que diz respeito à quantidade. Todas as peças estão liberadas, sem limites. Motores de combustão ou a jato, propulsores, blocos de vários tamanhos, gimbals, hélices, hastes, bandeiras, diversos blocos para aerodinâmica, luzes, armas (sim, existem armas!), suspensão, pistões… Ufa! Já dá para brincar um pouco com tudo isto, não?

Tudo pode também funcionar no modo “tentativa e erro”, é claro. Comece a construir seus veículos e alterne rapidamente entre o modo construtor e o modo normal, para pilotá-lo e ver como está indo seu progresso. Delete elementos, mude as cores, adicione mais motores (ou remova, caso aconteça algum problema na dirigibilidade, por exemplo), adicione uma cabine. Faça como bem entender, mas tenha em mente que a física do jogo é bastante apurada, e erros não são perdoados (acredite, já me vi com vários veículos problemáticos em mãos, que simplesmente não andavam, ou que então pendiam para um ou outro lado – também construí um veículo com controles invertidos, que andava para trás quando eu queria ir adiante, e vice-versa).

Trailmakers

Trailmakers também conta com um recurso bem interessante: um criador de GIFs animados, que gera uma pequena animação dos 6 últimos minutos de gameplay (foi assim que criei os GIFs contidos neste artigo).

 

O jogo parece bastante promissor, e mesmo ainda em Early Access podemos perceber o amor que os desenvolvedores colocaram ali. Existem bugs, é claro, mas isto é normal em algo que ainda está em desenvolvimento. Por exemplo, no meu caso, perdi veículos em construção após fechar e reabrir o game (checkpoints não funcionando), perdi checkpoints e tive de retornar a etapas anteriores quando no modo campanha, muitas vezes o encaixe das peças é bastante difícil no construtor (a câmera muitas vezes assume vida própria e se reposiciona erroneamente, dificultando bastante nossa vida), acontecem travamentos inesperados e quedas de framerate, etc.

Mas, no geral, gostei bastante do que vi. Construí até agora veículos bem simples, afinal, estou aprendendo a lidar com o interessante e um pouquinho “bugado” modo construtor. Vamos agora acompanhar o desenvolvimento de Trailmakers, e enquanto isso, fique com um trailer do jogo:

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest