Primeiros detalhes dos DLCs de BioShock Infinite — hora de voltar a Rapture!

BioShock Infinite DLC

A 2K Games e a Irrational Games anunciaram os primeiros detalhes dos três novos DLCs que o espetacular BioShock Infinite deve ganhar até o final do ano. Um deles, inclusive, sai hoje (!), dia 30. Os outros dois farão parte de uma mini-série episódica que levará você de volta, não para Columbia, mas para Rapture!

Clash in the Clouds será o primeiro aditivo e trará uma série de “arenas de combate” ambientado em quatro cenários de Columbia. Nele, a história é completamente deixada de lado, colocando a dupla Booker e Elizabeth contra hordas crescentes — em número e dificuldade — de inimigos.

Você pode escolher quais oponentes enfrentar e quais armamentos levar (todo o arsenal do jogo, incluindo os Vigors, estarão disponíveis à sua escolha). Uma vez dentro da arena, o jogador é recompensado com dinheiro por eliminar inimigos de maneiras criativas (e pode usá-lo para comprar upgrades) e acumula pontos de experiência para uma tabela de leaderboards.

É um pouco decepcionante notar que um dos três pacotes de expansão prometidos para o jogo será focado nos combates, um dos aspectos menos memoráveis do jogo. Vamos ser sinceros: BioShock Infinite tem um dos enredos mais bem criados de todos os tempos e, considerando que o final da narrativa é capaz de fritar neurônios, algumas respostas viriam bem a calhar nessa hora.

Mas nada temam, ó bravos viajantes do tempo! Os outros dois pacotes de expansão tratarão justamente de expandir o universo da franquia. Descrito pelo criador Ken Levine como “uma carta de amor aos fãs”, Burial at Sea: Episode 1 e Burial at Sea: Episode 2 leva Booker e Elizabeth para a utopia submarina construída por Andrew Ryan e que serve como cenário para os dois primeiros BioShocks. Numa ambientação que lembra filmes noir, Booker repete seu emprego como investigador na cidade debaixo do Atlântico.

Porém, diferente dos antecessores, onde o jogador chega à cidade depois da guerra civil que leva a sua decadência, Burial at Sea será ambientado antes da derrocada de Rapture. Será possível assistir a cidade em sua versão “pré-apocalíptica”, funcionando da maneira como deveria, assim como ocorre nas primeiras horas de BioShock Infinite, quando temos a bela oportunidade de admirar as belezas da flutuante Columbia.

Segundo os desenvolvedores, a jogabilidade de Burial at Sea foi quase completamente reconstruída para fundir os elementos de Infinite com a jogabilidade que deu vida ao seu memorável antecessor. “Novas armas, novos Plasmids/Vigors, fendas, Sky-Lines e Big Daddies”, dizem eles. Gostaria de saber como implementarão Sky-Lines em uma cidade que, bem… não tem céu.

A trama tentará aprofundar as relações entre Booker e Elizabeth, que estão em Rapture (vale relembrar: foi construída quase meio século depois de Columbia) por motivos ainda não revelados. Segundo Ken Levine, é uma resposta às críticas de que a narrativa de BioShock Infinite estava um pouco fora de sintonia com sua mecânica. E realmente, eu tive essa impressão por diversos momentos.

O Episódio 2 deve colocar o jogador no controle de Elizabeth. A jogabilidade deverá alterar bastante e vai se aproximar de um “survival horror”, segundo Levine. Não foram fornecidos maiores detalhes.

BioShock Infinite DLC

Para quem já tem o Season Pass (R$ 30), os DLCs serão ativados imediatamente quando saírem. Separadamente, Clash in the Clouds custará R$ 10, enquanto os outros dois custarão 15 dólares cada. Ainda não posso informar o valor deles em reais, pois eles ainda não foram disponibilizados no Steam no momento que escrevo esse texto.

E aí, gostou?

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

2 Comments

  1. Nossa! Se ja queria esse Game, agora podendo voltar a Rapture, EU QUERO mais ainda

    Reply
    • Marcio, aceita um conselho? Compra já…hehehe 🙂

      Brincadeira, claro. Mas, o jogo é fora de série. Agora então sabendo que vamos voltar a Rapture. Nossa. Pior é saber que ainda leva um certo tempo pra esses DLCs serem lançados.

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. BioShock 2 abandona GFWL, vai para o Steam e oferece DLC de graça - […] de graça — um excelente motivo para reinstalar o jogo e revisitar Rapture, antes da chegada de Burial at…

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest