O lançamento do FPS militar Arma 3 foi adiado. Pelo que podemos depreender das palavras de Joris-Jan van ‘t Land, da Bohemia Interactive, os problemas na Grécia são os principais responsáveis pelo adiamento. O novo título da empresa deveria ser lançado até o final de 2012, mas agora a desenvolvedora checa apenas menciona que ele será lançado em 2013.

Estamos no meio do processo de implementação de mudanças que irão nos ajudar a inovar como um estúdio sob circunstâncias inesperadas – enfrentando problemas que simplesmente não poderíamos ter imaginado. Nós ainda estamos tentando entender a situação, e espero que nossos colegas sejam libertados em breve. Embora sua situação tenha certamente nos afetado em um nível pessoal, continuamos trabalhando nas tarefas identificadas como principais para o lançamento de Arma 3“, disse van ‘t Land.

Obviamente, a empresa também espera que com este tempo extra a equipe de desenvolvimento possa entregar um jogo melhor. De qualquer forma, está mais do que claro o fato de que a detenção de Ivan Buchta e Martin Pezlar na Grécia teve um peso enorme nesta decisão. A tensão entre os dois países não pode ser ignorada, também.

Arma 3

Ivan Buchta e Martin Pezlar foram presos na ilha de Lemnos sob acusação de espionagem. Segundo a Bohemia Interactive, ambos estavam de férias, e a ilha, por falar nisso, serviu como inspiração para o desenvolvimento de Arma 3. Teremos aqui um triste mal entendido? Tudo indica que sim. Talvez Buchta e Pezlar estivessem no local errado e no momento errado. Particularmente não acredito nem na hipótese segundo a qual ambos estavam tentando fotografar ou entrar em instalações militares gregas.

De qualquer forma, os fãs terão de aguardar mais um pouco por Arma 3. A espera poderá ser um pouco longa, até. A versão standalone de DayZ, falando nisso, continua em desenvolvimento, e o mod está disponível gratuitamente, vale lembrar.

Pin It on Pinterest