Mais uma da série “games são do mal”. E esta notícia saiu até no site Destructoid. Um projeto de um senador chamado Valdir Raupp, já aprovado no Senado, promete classificar como criminoso e punir quem desenvolver, vender ou importar “jogos considerados ofensivos”. Poxa, esse pessoal parece que gosta mesmo de tentar encontrar “pêlo em ovo”, né? 🙁

O senador Valdir Raupp pretende eliminar o “problema” deste a fonte e seguindo adiante, ou seja, desde o desenvolvimento até a posse dos games que afetem “os costumes, as tradições das pessoas, suas crenças, seus credos, religiões e símbolos“.

Eu sinceramente não consigo entender algo assim. Quem definirá o que é ou não ofensivo, e a quem ou como é ofensivo? E outra, existe aquele velho ditado: “os incomodados que se mudem”. Quem se sentir incomodado por determinado conteúdo, simplesmente passe longe do mesmo. É a aplicação do mais puro e direto bom senso.

Pode-se levar isto a extremos tão, mas tão…extremos, que a coisa toda pode se tornar simplesmente ridícula e prejudicar cidadãos que pagam seus impostos em dia e nada mais fizeram do que comprar/importar um game no qual enxergam apenas diversão da melhor qualidade.

Mas este é o nosso Brasil, como sempre na contra-mão do bom senso. Confesso que tentei encontrar uma imagem para ilustrar este post, mas este assunto me causou tanta raiva que não consegui. Fica aqui a minha indignação, e meu sincero desejo que isto não siga adiante. Para quem se interessar, aqui está o link para a página do Projeto de Lei no site do Senado.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest