A cópia de Assassin’s Creed Odyssey utilizada neste review foi gentilmente cedida pela Nuuvem, a maior loja de jogos digitais para PC da América Latina. Lá você pode encontrar não apenas AC: Odyssey, mas também uma série de outros games, incluindo muitas ofertas bacanas.

O catálogo da loja é enorme, e inclui inclusive jogos ativáveis no Steam e no Uplay. Além disso, comprando seus games na Nuuvem através de nossos links (acima), você ajuda bastante o XboxPlus, nós agradecemos imensamente, e nada muda para você. Dê uma olhada!

Obs: confira todos os textos de Assassin’s Creed Odyssey já publicados no XboxPlus através dos links abaixo:

Quando você joga um título da magnitude de Assassin’s Creed Odyssey, é natural que você se sinta perdido, em um ou outro momento. Seja nos necessários momentos de grinding, devido ao fato da franquia ter adentrado o universo dos RPGs, seja em meio à grande quantidade de coisas para fazer no enorme mundo aberto do jogo, seja em meio à grande quantidade de missões principais, missões paralelas, contratos, etc.

Assassin’s Creed Odyssey

Mas no último título da Ubisoft não somos simplesmente “largados”. Não somos meramente deixados sozinhos em um mapa gigantesco e obrigados a fazer coisas sem graça até alcançarmos um determinado nível e sermos capazes de prosseguir com a história. Não: em Odyssey temos conteúdo paralelo de altíssima qualidade. E o melhor de tudo, inúmeras missões paralelas possuem ligação com as missões principais, da Odisseia.

Somos expostos com bastante frequência às influências do Culto do Cosmo, por exemplo, e ontem mesmo, em Pefka, ao encarar de frente a missão paralela relacionada com o Minotauro (sim, existe tal sidequest, e ela é muito bacana), pude perceber os negros tentáculos dos cultistas se imiscuindo na história. Eles estavam envolvidos, aliás, diretamente com todas as atividades do local relacionadas ao mito do homem com a cabeça de touro.

Assassin’s Creed Odyssey

Kassandra teve de lidar com um rapto, com um grande engodo e também com uma traição. Através do sistema de diálogos introduzido no jogo, aliás, a personagem principal (no meu caso, pois o jogador também pode optar por Alexios no início do gameplay) foi capaz de optar por envergonhar ou não um homem na frente de sua família e da própria sociedade na qual ele vivia.

O jogo todo é cheio de variações de clima. De variação na tensão entre os personagens principais e os NPCs. Somos constantemente bombardeados com situações emocionantes, com dramas, com contrastes os mais diversos.

Dependendo da região que você visita, é possível também perceber as diferenças culturais e o abismo que separa os menos favorecidos dos mais ricos. É notável percebermos as diferenças entre regiões dominadas pelos espartanos e as regiões dominadas pelos atenienses, também.

Assassin’s Creed Odyssey

Existem, além disso, regiões decadentes, em diversas ilhas, cheias de pobreza, repletas de gente sofrida, assim como existem os palácios, os grandes monumentos, os enormes templos, e as grandes mansões dos ricos e poderosos.

Todas estas diferenças e nuances foram muitíssimo bem retratadas pela Ubisoft. A empresa conseguiu criar um mundo magnífico e cheio de vida. De vida vibrante, de diferenças mil, de vilarejos, cidades e povoados repletos de NPCs em grande atividade.

Assassin’s Creed Odyssey

Ao explorar o mundo de Assassin’s Creed Odyssey você pode perfeitamente observar NPCs em seus afazeres diários. Cozinhando, no comércio, em lojas, rezando aos deuses, caminhando, conversando ou brigando (em grego). O “bombardeio” de informações não cessa, e o jogador tem, assim, um grande pano de fundo para sua exploração, para a própria história em si. É um mundo extremamente crível.

Tudo está meio que interconectado, e até mesmo missões paralelas de menor importância são capazes de nos surpreender com determinados diálogos, com determinadas atitudes dos NPCs, com certas escolhas que podemos fazer.

Assassin’s Creed Odyssey

Ontem, em Pefka, Kassandra passou por uma situação um tanto quanto complicada. Ao ajudar um pai covarde a resgatar sua filha, ela pôde escolher, ao retornar, e enquanto em frente à sua esposa, entre dizer que o tal pai nada fez (por puro medo) durante o resgate, deixando-o então fatalmente envergonhado e desmoralizado, ou dizer que ele ajudou durante a operação.

Assassin’s Creed Odyssey

Existem escolhas que são capazes de alterar também o desenrolar dos acontecimento de maneira soberba, e nestes momentos a Ubisoft chega inclusive a dar uma forcinha ao jogador, com determinadas opções de diálogo destacadas através de símbolos que representam consequências futuras, combates imediatos (que resultarão na morte de alguém), etc.

Assassin’s Creed Odyssey

Estamos lidando com um RPG e tanto, que consegue cativar o jogador com a profundidade de sua história e de seu mundo, com as inúmeras referências, locais, personagens e monumentos históricos, com os romances que podem ser iniciados, todos eles sempre tratados com enorme delicadeza.

Assassin’s Creed Odyssey

Estamos lidando com um RPG que possui fortes doses de ação, de drama e de emoção. Kassandra, além disso, é forte. É uma guerreira experiente, uma espartana valorosa e destemida. Trata-se de um personagem muito bem construído, com fraquezas, também, com dores, com um passado difícil que a atormenta até hoje.

Neta do lendário Leônidas, de Esparta, Kassandra é uma protagonista e tanto (creio que Alexios também deva ser – se você está jogando com o espartano, conte aí suas experiências). Uma protagonista com uma origem nobre, origem esta, aliás, que vai além do lendário rei (sem spoilers aqui, ok?).

Assassin’s Creed Odyssey

A Ubisoft sabe muito bem, aliás, como misturar fatos históricos com elementos fictícios. E isto fica bastante evidente em Assassin’s Creed Odyssey. Pitágoras, por exemplo, aparece em determinada missão, e você pode se perguntar até mesmo como isto é possível, uma vez que o matemático morreu antes do ano em que a história de Odyssey acontece. A resposta para este mistério, porém, encontra-se muito bem explicada dentro do jogo, e ela está relacionada, veja só, ao mito de Atlântida.

Assassin’s Creed Odyssey

Há inclusive uma outra linha narrativa dentro de Assassin’s Creed Odyssey, além da Odisseia (principal) e do Culto do Cosmo. Trata-se de uma linha narrativa que coloca Kassandra em busca de artefatos perdidos da lendária ilha. É muito bacana, e tudo foi criado com enorme esmero.

O mundo do jogo, além disso, é cheio de vida, de NPCs, de animais, de vilarejos, cidades e pequenos povoados bastante habitados. Trata-se de algo bem diferente do vazio ocasional que encontrávamos vez ou outra no mapa também grande de Assassin’s Creed Origins.

Assassin’s Creed Odyssey

Isto sem falar no fato de que Assassin’s Creed Odyssey, por mais diferente que seja dos outros jogos da franquia, ainda mantém elementos que são marca registrada da mesma. Se as hidden blades foram eliminadas, temos a Lança de Leônidas, que é usada de maneira similar por Kassandra e Alexios.

Continuamos com os famosos pontos de sincronização. A ação furtiva continua sendo altamente recomendável, principalmente porque agora, se matarmos à vista de outros podemos ter nossa cabeça colocada à prêmio, e mercenários são então enviados em nosso encalço (o mesmo vale para nossas ações enquanto no mar, à bordo do Adrasteia).

Assassin’s Creed Odyssey

Enfim, AC: Odyssey é um jogo e tanto. Se você é fã da franquia, recomendo firmemente. Estamos falando, talvez, do melhor título da série até hoje, melhor até mesmo que os da trilogia com Ezio Auditore da Firenze.

Assassin’s Creed Odyssey

E se você nunca jogou nenhum AC em sua vida, pode jogar Odyssey sem medo, também, afinal de contas, trata-se de algo inédito na série, com uma história totalmente independente e fechada em si mesma. Coesa, profunda, marcante, realmente digna de ser experimentada.

Assassin’s Creed Odyssey

A cópia de Assassin’s Creed Odyssey utilizada neste review foi gentilmente cedida pela Nuuvem, a maior loja de jogos digitais para PC da América Latina. Lá você pode encontrar não apenas AC: Odyssey, mas também uma série de outros games, incluindo muitas ofertas bacanas.

O catálogo da loja é enorme, e inclui inclusive jogos ativáveis no Steam e no Uplay. Além disso, comprando seus games na Nuuvem através de nossos links (acima), você ajuda bastante o XboxPlus, nós agradecemos imensamente, e nada muda para você. Dê uma olhada!

Obs: confira todos os textos de Assassin’s Creed Odyssey já publicados no XboxPlus através dos links abaixo:

Ficha técnica

Título: Assassin’s Creed Odyssey

Gênero: aventura, ação, mundo aberto, RPG

Desenvolvedora: Ubisoft Quebec

Publisher: Ubisoft

Data de lançamento: 05 de Outubro de 2018

Plataformas: PC, PlayStation 4, Xbox One

Versão analisada: PC

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest