Frozen Synapse é uma das maiores provas de que os indie games estão se tornando cada vez mais complexos, imersivos, bonitos, inovadores, interessantes e viciantes. Imagine um jogo onde o pressionar de um simples botão definirá seu sucesso ou sua derrota de forma extremamente marcante. A sobrevivência ou a morte de seus soldados. Lembrando, é claro, que antes da utilização deste botão você teve todo o tempo do mundo para criar, modificar e refazer sua estratégia. Imagine um game de estratégia que requer muito pensamento tático, e no qual a designação de inúmeras e detalhadas ordens a cada uma de suas unidades presentes em campo pode ser realizada com enorme precisão. Isto tudo você encontrará em Frozen Synapse, título de estratégia em turnos desenvolvido pela Mode 7 Games que, sem sombra de dúvidas, vale muito mais do que os US$ 24,99 por ele cobrados. O título é um verdadeiro “must have” para quem gosta de jogos de estratégia. Para quem aprecia “perder tempo” pensando em inúmeras táticas para, quem sabe, tentar pegar um inimigo desprevenido ou até mesmo realizar uma ação relâmpago “matadora”.

Em Frozen Synapse existe uma miríade de possibilidades no tocante a diversos aspectos de seu gameplay. Cada jogador jogará de uma maneira diferente. Cada missão apresenta sempre alguma novidade: eliminar todos os inimigos na área, escolta, coleta de ítens, etc. Além disso, vale ressaltar mais um elemento sensacional no jogo da Mode 7 Games: cada missão é gerada aleatoriamente, mesmo se você reinicializá-las. A cada novo mapa, missão, reinicialização, um quadro totalmente novo é apresentado ao gamer. Nova configuração de “paredes” e “janelas”, inimigos em posições diferentes e posicionados em locais diferentes do mapa, etc. Isto garante um fator replay altíssimo a Frozen Synapse, principalmente devido ao suporte a partidas multiplayer.

A fantástica trilha sonora de Frozen Synapse, a qual, aliás, está à venda tanto no Steam, separadamente, quanto em um bundle no site da Mode 7 Games (com uma cópia extra para um amigo, por exemplo, sendo que ambas podem ser ativadas no Steam), é algo realmente maravilhoso. Ela foi composta por Paul Taylor, co-fundador da desenvolvedora, e de alguma forma não explicada tem tudo a ver com o jogo. A trilha sonora deste estupendo título parece ajudar o jogador a pensar melhor. Ela o instiga. Ela nos carrega em seus braços e parece fazer com que nossas sinapses sejam fantasticamente energizadas e passem a transmitir impulsos nervosos muito mais rápida e poderosamente. Sem dúvida, a música, em Frozen Synapse, não é um coadjuvante. Ela participa do “processo principal”, de forma ativa.

A jogabilidade de Frozen Synapse assusta um pouco, a princípio. O jogador pode definir uma enorme variedade de movimentos para cada uma de suas unidades, e cada turno conta com duas fases. A fase de planejamento, onde você terá todo o tempo do mundo para realizar todo o seu planejamento da forma que bem desejar, podendo inclusive antever um pouco do que ocorrerá quando a ação de verdade ocorrer, através do botão “play”, e a “Outcome”, a segunda fase, onde tudo acontece de verdade e onde você saberá realmente se foi um bom estrategista ou não.

O game trabalha com o conceito de “waypoints” para a movimentação dos personagens. Através dos “waypoints” você pode definir a trajetória de seus personagens, lembrando sempre que cada waypoint pode conter uma determinada ação. É possível, por exemplo, determinar que um soldado caminhe em direção a um muro, sem parar, e obtenha cobertura atrás do mesmo, aí, então, permanecendo. Cada um desses caminhos definidos por diversos “waypoints” pode inclusive receber “atrasos”, ou seja, você pode determinar que a unidade permaneça parada pelo período de tempo que você especificar.

Não pense você que seu caminho será barrado por algum muro ou obstáculo. Você pode circundar os obstáculos, criando “waypoints” que os atravessam. A respectiva unidade, consequentemente, circundará o elemento até atingir o objetivo. É muito importante, em Frozen Synapse, prestar muita atenção em quatro elementos: cobertura, mira, alcance e silêncio. De nada adianta, por exemplo, tentar atingir uma unidade inimiga que se encontra longe demais, dependendo de sua arma. Da mesma forma, é imprescindível sempre buscar cobertura após cada ação.

O título apresenta ao jogador cenários que se parecem com plantas vistas de cima. Tudo é apresentado em elegantes tons azulados, e vale lembrar que os elementos azuis claros representam janelas, caixas, etc. Você pode mirar e atirar através deles, portanto. Já os elementos azuis escuros representam paredes e objetos sólidos. Diversas unidades podem realizar diversas ações diferentes no game. Unidades portando metralhadoras sempre atacarão automaticamente quando visualizarem algum alvo.

Existe uma série de opções e recursos interessantes em Frozen Synapse, as quais tornam o gameplay mais complexo e desafiador. Ordens “COS – Continue On Sight” permitem que suas unidades continuem seguindo o caminho definido pelos “waypoints” sem entrarem em combate, mesmo quando visualizam algum inimigo. Isto é extremamente útil, e dependendo do caso pode salvar a vida daquele soldado.

Já a ordem “Engage on Sight” faz com que a unidade em questão revide automaticamente enquanto caminhando pelo waypoint, tão logo detecte um inimigo. Vale lembrar que, a qualquer momento antes de pressionar o botão “prime”, o qual dá início ao turno, é possível deletar “waypoints”, refazer percursos, redefinir ordens, cancelar miras, etc. Por padrão, todas as unidades miram para a direção para a qual estão caminhando. Mas você pode mudar isto, através de ajustes no pequeno “crosshair” que é exibido sempre que você clica em algum “waypoint”. É claro que o jogo é bem realista, e você tem de levar em consideração o fato de que, quando um soldado está mirando em algum ponto, ele caminha de maneira mais lenta.

Existem diversas opções e unidades disponíveis, que permitem, dependendo da missão, diversos tipos de abordagem por parte do jogador. Unidades portando lança-foguetes ou granadas podem explodir paredes, abrindo assim caminhos para elas mesmas ou para outros aliados. É possível também programar uma verdadeira sequência de ações para cada uma de suas unidades. Por exemplo: atirar, virar para lado oposto, aguardar pelo próximo inimigo, atirar, seguir caminhando, buscar cobertura, etc.

Isto tudo fornece uma gama de opções tão grande que é impossível enjoar do game. E vale lembrar que Frozen Synapse conta com diversos níveis de zoom, para que você seja capaz de observar e lidar com cada mínimo elemento em cada missão. É possível ignorar alguns inimigos, também, caso o gamer assim deseje. Vale lembrar que é necessário sempre pensar no campo de batalha como um todo, pois o sucesso, digamos, no canto inferior esquerdo, pode representar uma total desgraça nos cantos superiores direito e esquerdo, dada a movimentação e a ação das unidades inimigas.

Lembre-se de que, assim que o botão “prime” é pressionado, tudo acontece conforme você planejou. Mas a IA de Frozen Synapse também já realizou os devidos ajustes para que as unidades inimigas revidem, busquem cobertura, realizem ataques onde você menos espera, etc. É preciso pensar no campo de batalha como um todo enquanto planejando as ações de cada unidade em específico, pois cada turno pode reservar inúmeras surpresas.

Por exemplo, enquanto percorrendo um “waypoint”, após o botão “prime” ser pressionado, um inimigo pode se movimentar em sentido inverso à direção para a qual estava olhando, vindo em sua direção. Isto talvez não tenha sido previsto em seus planos. Frozen Synapse requer muito planejamento por parte do gamer. Muita atenção e antecipação, até, se é que isto é possível. Trata-se de um fantástico game que, sob uma aparência simples, esconde tesouros que pouco a pouco vão sendo revelados ao jogador conforme este progride em sua campanha e em seu modo multiplayer.

Na superfície, o título da Mode 7 Games se resume a combates entre dois exércitos/grupos de soldados, digamos. O que o diferencia dos demais games de estratégia em turno é sua profundidade. Comandos e ordens complexos, situações complexas, cenários aparentemente impossíveis, e uma variedade de unidades bem interessante (unidades portando rifles de assalto, shotguns, granadas, lança-foguetes, rifles de precisão, etc). Tudo isto pode afetar drásticamente os resultados. A profundidade e a beleza de Frozen Synapse também estão presentes em cada início ou reinício de qualquer turno, pois sempre uma nova situação é apresentada ao jogador.

Cada turno começa sempre que você pressiona o botão “prime”. Logo em seguida, tudo é visualizado em tempo real, e você verá em poucos segundos o resultado de algo que, quem sabe, levou alguns bons minutos (ou horas) para esquematizar. Cada turno também mostra a estratégia definida pelos inimigos. Ou melhor, mostra o resultado da mesma. É sempre bom lembrar que o botão “play” mostra como agirão suas unidades, mas não como agirão as unidades inimigas. É muito provável que você veja algum de seus soldados matando um inimigo durante as prévias fornecidas pelo botão “play”, e veja o mesmo sendo morto assim que dá início ao turno, através do fatídico “prime”, pois somente aí os inimigos entrarão em ação, realmente.

Digamos que, mesmo contra a inteligência artificial do jogo, Frozen Synapse é um game que oferece ao jogador um campo de batalha onde dois inimigos estão planejando ataques. Onde cada turno representará o planejamento de dois oponentes, com a ação resultante ocorrendo simultâneamente. Trata-se, basicamente, de definir um plano levando em consideração pouco mais que suposições em relação às ações de seus oponentes. Isto torna Frozen Synapse algo fantástico.

É claro que quanto mais você jogar, mais experiente ficará e mais capaz será de tomar a decisão certa. De criar os caminhos certos. De realizar as ações corretas. De ignorar quem deve ser ignorado e focar nos perigos mais imediatos, por exemplo. Diversas funções e recursos podem ajudar o jogador durante a fase de planejamento. Você pode ligar ou desligar, por exemplo, a visualização de ícones de unidades, mira, tempo, linhas, etc. Você também pode, nas configurações do jogo, definir cores específicas para os mais diversos elementos in-game.

Outros modos de jogo e recursos adicionais

Frozen Synapse conta com um editor de níveis que, em meus testes, parece ainda conter diversos problemas. Através dele, entretanto, sei que será possível criar mapas customizados e inclusive utilizar imagens nos mesmos. Ao abrir o editor, uma tela vazia que, é claro, é onde eu deveria realizar o trabalho, me foi exibida. Porém nenhuma das opções funcionava. Creio que a Mode 7 Games ainda irá liberar algumas atualizações para corrigir este problema.

O multiplayer de Frozen Synapse é muito interessante, e vale lembrar que a possibilidade de algumas partidas levarem horas é grande, uma vez que estamos lidando com inimigos reais. Se você, de repente, abandona alguma partida multiplayer, poderá até mesmo receber um aviso por e-mail a respeito do início de um novo turno. Algo mais ou menos assim: “Frozen Synapse: new turn ready vs nomedooponente for game iddogame“.

O lado online de Frozen Synapse é muito forte, e sua dashboard exibe notícias, os “top players” do dia, e diversas novidades a respeito do game e de sua comunidade. Cada jogador também vai evoluindo, e antes do início de cada partida multiplayer, o game mostra qual será o provável vencedor da mesma, baseando-se na experiência dos oponentes.

O jogo também conta com um sistema de chat, em sua tela principal, e permite também que o gamer jogue uma partida rápida contra sua IA, através da opção “Instant Skirmish”. É possível também efetuar o upload de partidas para o Youtube através da própria interface do jogo, o que é algo bem interessante. Enfim, Frozen Synapse, como eu já disse acima, é um verdadeiro “must have”.

Existem alguns problemas em Frozen Synapse, entretanto. Algumas vezes o jogo sofre com alguns travamentos inexplicados, e chega a fechar sozinho mesmo em máquinas cuja configuração está bem acima da recomendada. Isto, é claro, não diminui em nada a altíssima qualidade do jogo.

Conclusão

Frozen Synapse é um jogo que trás inovação e muitos desafios. Acima de tudo, o título da Mode 7 Games mostra que jogos de estratégia podem ser extremamente imersivos e instigantes sem contarem com gráficos de última geração. Frozen Synapse é um grande jogo criado por uma desenvolvedora independente. Uma verdadeira amostra do poder do cenário independente de desenvolvimento de jogos. Cativante, belo em sua aparente simplicidade e profundo quando se começa a jogar, trata-se de um jogo que, em minha opinião, venderia bem mais caso uma demo fosse disponibilizada.

Nota

9.5/10

Título: Frozen Synapse
Gênero: Estratégia
Desenvolvedora: Mode 7 Games
Distribuidora: Mode 7 Games
Data de lançamento: 26 de Maio de 2011
Plataformas: PC
Versão analisada: PC

————————

Se você quer dar uma conferida na trilha sonora do jogo, utilize o player abaixo:


Frozen Synapse Soundtrack Preview! – Mod DB

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest