A Futuremark Games Studio é uma divisão da Futuremark, empresa que desenvolve softwares para benchmarking. A empresa é responsável também pelo excelente shooter em gravidade zero Shattered Horizon, o qual conta com belíssimos gráficos e oferece um ótimo gameplay ao jogador. A empresa recentemente resolveu marcar presença também no universo dos puzzles e dos dispositivos móveis, e assim sendo, lançou o game Hungribles, disponível na App Store para iPhone, iPad e iPod Touch, por US$ 1,99.

Hungribles são pequenas criaturas famintas que precisam ser alimentadas através de um estranho estilingue em forma de cogumelo. O objetivo do jogo é alimentar os monstrinhos com uma espécie de bola mágica. Cada um deles possui necessidades distintas, ou seja, cada um deles precisa de uma determinada quantidade de alimento para se dar por satisfeito. Para alimentá-los, o jogador deve utilizar o estilingue e escolher a melhor trajetória para que a bolinha chegue à boca dos Hungribles.

Parece bastante fácil, não? Porém, ao redor de cada criatura existe um campo magnético, o qual pode tanto atrair quanto repelir a bola lançada. Isso faz com que toda e qualquer trajetória possa ser alterada, sendo que muitas vezes a utilização de diversos campos magnéticos é necessária para que o alimento chegue a Hungribles mais distantes ou posicionados em locais de difícil acesso. Diferentes campos magnéticos podem curvar a trajetória nos mais diversos sentidos, e é sempre bom prestar bastante atenção nisto tudo antes de lançar a bolinha. Para completar cada nível, é necessário que o jogador alimente todos os Hungribles presentes no cenário.

Uma vez concluído o level, é feita então a contagem dos pontos, os quais são baseados na quantidade de bolas que ainda restam. O jogador também pode alimentar as criaturas com uma espécie de bola energizada, e isto acontece quando você faz com que as bolas batam em alguns obstáculos antes de chegarem ao seu destino.

É possível, também, coletar  alguns potes dourados que ficam, normalmente, em lugares de difícil acesso e que farão os jogadores quebrarem a cabeça por algum tempo. Para cada nível há uma avaliação, de 1 a 3 estrelas, ou seja, quanto maior a sua pontuação, maior a quantidade de estrelas adquiridas. Existem também espécies de introduções estilo “cartoon” muito bacanas, as quais mostram as pequenas criaturas sempre em situações bem engraçadas e/ou inusitadas. O jogo também conta com suporte ao Game Center, vale lembrar.

Hungribles é dividido em 4 mundos, e conta com um total de 40 puzzles principais e 20 puzzles bônus. Pelo que parece, a Futuremark planeja lançar novos níveis para o título, da mesma maneira que a Rovio trabalha hoje com Angry Birds. Algumas situações durante o game ajudam bastante a motivar o jogador, vale lembrar. Rochas e Hungribles que se movem, por exemplo; nestes casos, além da trajetória do alimento, você tem que ser muito rápido e tentar antecipar os movimentos repetitivos dos elementos.

Também existem alguns itens especiais, os quais, quando atingidos, teleportam o estilingue para sua posição. Isto pode fornecer acesso a áreas, Hungribles e outros elementos antes inacessíveis. Existe também uma determinada criatura que fica sempre dentro de uma espécie de concha de plástico. Ele deve, aliás, ser alimentado várias vezes. Porém, a cada vez que você o acerta, a abertura da concha muda de posição.

A parte gráfica do jogo, apesar de simples, não decepciona. O primeiro jogo para iOS da Futuremark conta com uma arte muito bacana, seja devido aos monstrinhos, seja devido ao background, o qual se parece com uma espécie de “pintura borrada”. A verdade é que Hungribles consegue oferecer ao jogador um ambiente muito agradável, e isto combina bastante com a própria proposta do game.

O gameplay em geral é bastante agradável e tranquilo, exceto por alguns detalhes que poderiam tornar o jogo ainda melhor. A quantidade de bolas mágicas para alimentar as criaturas é mais do que que suficiente, e não chega a estabelecer um grande desafio. Se o jogo permitisse que o gamer escolhesse dentre alguns níveis de dificuldade, talvez Hungribles pudesse oferecer um desafio maior ainda.

Outro problema que pude observar é em relação à mira. Quando você precisa mirar com maior precisão, e precisa deslocar a trajetória apenas alguns poucos milímetros em alguma direção, a dificuldade é bem grande, mesmo utilizando dois dedos, como sugere o próprio jogo. Trata-se de um trabalho que exige, na maioria das vezes, bastante calma e paciência. Acredito também que a existência de modos de jogo diferentes, quem sabe, poderia talvez tornar Hungribles mais desafiador, uma vez que o desafio básico encontra-se apenas em atingir as 3 estrelas de cada cenário, o que acaba forçando o jogador a alcançar o pote “escondido” nos cenários para aumentar a diversão, o tempo de jogo e o desafio. Para passar de fase, basta alimentar todas as criaturas, e para isto, você conta com bolas de sobra.

Conclusão

Hungribles é um puzzle bastante agradável e relaxante, que conta também com gráficos muito bacanas. Poderia ser mais desafiador, porém não deixa de ser um ótimo jogo para passar o tempo com qualidade.

Nota

8/10

Ficha Técnica

Título: Hungribles
Gênero: Puzzle
Desenvolvedora: Futuremark Games Studio
Distribuidora: Futuremark Games Studio
Data de lançamento: 28 de Julho de 2011
Plataformas: iOS (iPhone, Ipad e iPod Touch)
Versão analisada: iPhone

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest