Monster Hunter: World é o mais recente título de uma franquia da Capcom que já está no mercado há cerca de 13-14 anos. A série começou no PlayStation 2 e passou por alguns outros consoles e portáteis, como por exemplo o Nintendo Wii e o PSP.

A franquia faz bastante sucesso no Japão, apesar de possuir também uma base de fãs considerável no ocidente. World é o primeiro título da série a chegar aos consoles da geração atual, tendo sido lançado para PlayStation 4 e Xbox One em Janeiro de 2018. A versão para PC felizmente chegou, poucos meses após, mais precisamente no dia 09 de Agosto de 2018.

Monster Hunter: World - PC

Devo confessar de antemão que este é o primeiro jogo da série com o qual tenho contato, portanto, este review levará em consideração única e exclusivamente minha experiência com o novo game, sem comparações com qualquer outro título anterior da referida série. Devo também dizer que o que vi me surpreendeu bastante. De forma extremamente positiva.

Quando a oportunidade de analisar Monster Hunter: World para PC surgiu, confesso que fiquei com medo, a princípio. Já havia lido algumas análises a respeito da versão para consoles e percebido que tudo no jogo era imenso, épico e complexo. Que o jogador deveria caçar e matar monstros enormes e assustadores, ao mesmo tempo em que aprimoraria seu personagem, incluindo aí equipamentos, armaduras e armas.

Mas encarei oportunidade com afinco, e sou obrigado a dizer que adorei a experiência. É difícil rotular MHW apenas como um RPG de ação. Existem elementos de investigação, de aventura e muita adrenalina, sem falar no fato de que, como membro de um grupo conhecido como Quinta Frota, somos também obrigados a encarar diversas pesquisas e expedições no tal Novo Mundo com o qual travamos conhecimento logo no início do gameplay.

Monster Hunter: World - PC

Muitas coisas no jogo são grandiloquentes, a começar pelo princípio, quando estamos calmamente conversando com nossos companheiros em um navio e tudo de repente é sacudido devido a um monstro gigantesco que se ergue das profundezas. Tal monstro, o qual destroça nosso navio, é um colosso, tendo em suas costas algo que se assemelha a uma grande montanha de fogo, cuspindo lava para todos os lados. A grandiosidade do jogo começa a ser revelada logo aí, quando subimos nas costas de tal monstro “apenas” para fugir, logo depois, pegando carona em criaturas aladas que mais adiante também nos são de grande valia.

O tal monstro descomunal acima mencionado, aliás, é o grande “vilão” de Monster Hunter: World. Trata-se de Zorah Magdaros, um dragão ancião que está migrando para o Novo Mundo e que também passa a fazer parte de nossas investigações. Zorah Magdaros, aliás, pertence a uma classe de monstros capaz de alterar a aparência de regiões inteiras, destruindo tudo o que encontra pela frente, abrindo caminho em meio a montanhas e vales, causando terremotos e diversos outros tipos de perturbações.

Monster Hunter: World - PC

O jogo nos apresenta logo de início a um completo criador de personagens, através do qual podemos dar a aparência desejada ao nosso caçador. Também contamos com um companheiro, na versão em português chamado de Amigato, o qual é de grande valia, durante as batalhas nos curando e também atacando os monstros, e durante expedições e outras atividades indicando pontos de interesse ou coletáveis importantes.

A Capcom conseguiu criar, em Monster Hunter: World, um mundo vivo, vibrante, cheio de motivos que nos convidam à exploração. Podemos sair quando bem desejarmos em exploração, coletando frutos, minérios os mais diversos, plantas e outros elementos. Durante tais explorações, também podemos conhecer mais a respeito da fauna e da flora locais, e todas estas informações são valiosíssimas (tão logo entregues) para pesquisadores em nossas bases. É através de tais pesquisas, também, que o nosso bestiário in-game vai sendo atualizado, com informações a respeito dos diversos monstros, as quais incluem também seus pontos fracos e periculosidades.

Monster Hunter: World - PC

Mas o mundo em MHW é algo verdadeiramente digno de nota. Cada região possui fauna e flora distintas, e tudo pulsa ao nosso redor. Criaturas se escondem em frestas ou em meio à vegetação enquanto passamos, e vez ou outra nos deparamos com monstros pacíficos a princípio, que apenas representarão perigo caso os ataquemos.

Estamos em um mundo repleto de perigos, mas também estamos em um mundo que nos convida à exploração, à todo instante. Nossos guialumes, os quais se assemelham a vaga-lumes esmeralda, nos indicam à todo instante pontos de interesse espalhados pelo cenário: plantas que podem ser utilizadas na criação de poções e antídotos, rastros e vestígios de criaturas que por ali passaram, minério que pode ser coletado, cogumelos, nozes explosivas que podem ser utilizadas como munição em nossa atiradeira, pedras para o mesmo fim, etc. Os guialumes, aliás, nos guiam até nossos alvos (monstros) tão logo coletemos vestígios suficientes para sua identificação e posicionamento. São eles que não deixam que o jogador fique perdido e vagando à esmo pelo mapa.

Monster Hunter: World - PC

Os monstros em Monster Hunter: World são um show à parte. Sua inteligência artificial é extremamente apurada, e cada batalha poderá durar algumas dezenas de minutos (missões de caça também possuem um limite de duração, o qual pode ser, por exemplo, 50 minutos). Monstros podem nos flanquear, e também podem buscar pontos mais vantajosos para seus ataques, nos diferentes terrenos.

Não existe nenhuma barra de vida, e nunca sabemos ao certo o quanto de dano já causamos às criaturas. Mas somos capazes de perceber quando os monstros estão cansados ou bastante feridos através de seu comportamento: eles podem fugir para locais mais seguros, altos. Eles podem ir correndo para seus covis, e podem também sair em disparada pelo cenário, em busca de elementos que refaçam suas energias.

Também somos capazes de perceber quando os monstros começam a resfolegar e a caminhar com mais dificuldade, momentos estes em que podemos aproveitar para desferir golpes e combos com maior vigor e velocidade. Percebemos também claramente quando alguns monstros estão sofrendo e começam a fugir mancando e respirando com dificuldade, e tais momentos parecem encher o caçador de mais energia e furor. Mas não se engane: os combates não são fáceis, e é importantíssimo estar sempre em busca de elementos para aprimorar sua armadura e suas armas.

Monster Hunter: World - PC

Também existem momentos verdadeiramente impressionantes e memoráveis, em Monster Hunter: World: a aparição de outros monstros, os quais nos prestam então uma ajuda. Por exemplo, eu estava lutando contra um Tobi-Kadachi e de repente um gigantesco e assustador Anjanath apareceu. Os dois começaram a se engalfinhar e eu pude perceber que o Anjanath estava causando muitos danos ao monstro, o que, obviamente, eu adorei. E, sim: quando outro monstro ataca seu alvo, ele pode te ajudar, causando danos no mesmo e assim até mesmo abreviar a luta.

O problema aí foi que o Anjanath também resolveu partir para cima de mim, em determinado momento, e eu tive então de correr para longe, perdendo meu Tobi-Kadachi de vista (encarar dois gigantes como aqueles ao mesmo tempo é algo impensável). Esta dinamicidade e aleatoriedade de eventos em MHW é também um dos fatores determinantes para a diversão: você nunca sabe o que te espera.  Você tem sempre de contar com uma carta extra na mão. Você nunca pode baixar a guarda, pois aquele mundo, apesar de belíssimo e cativante, é cruel e perigosíssimo. As criaturas que por ele perambulam não titubeiam em te atacar, em te ferir, muitas vezes com ataques elétricos, venenosos, etc.

Monster Hunter: World - PC

Os ambientes do jogo também podem nos ajudar, de vez em quando. Não são raras as vezes em que monstros que estamos combatendo ficam presos em vinhas por algum tempo, tempo este, obviamente, que deve ser aproveitado pelo jogador para atacar de maneira mais intensa. Existem também deslizamentos de pedras causados pela movimentação dos gigantes, deslizamentos estes que podem acabar prejudicando sua movimentação e muitas vezes prendendo-os em determinados pontos do cenário, por algum tempo.

Com tanta aleatoriedade e perigo espalhados pelo Novo Mundo de MHW, é natural imaginarmos que quanto melhor prepararmos nosso caçador, melhor chances teremos de sobreviver. E assim temos acesso ao ferreiro, o qual utiliza materiais que coletamos quando matamos os monstros (pele, carcaça, ossos, cartilagens, etc) para aprimorar nossa armadura e nossas armas. As armas podem ser aprimoradas através de árvores ligadas a diversos monstros, aliás, e assim chegamos a níveis diferentes de ataque e de raridade, além da utilização de elementos como fogo, água e eletricidade, por exemplo.

Monster Hunter: World - PC

Existem 14 armas em Monster Hunter: World, cada uma delas com manejo diferente e diferentes controles, obviamente, Felizmente, é possível acessarmos uma área de treinamento através da qual podemos testá-las, todas, e assim optarmos por aquela que melhor se adapta ao nosso estilo de jogo. Mas também pode acontecer de termos de trocar de arma tendo em mente o desafio que temos pela frente, vale ressaltar.

No ferreiro, caso optemos por uma árvore distinta, pertencente a outro monstro, recebemos de volta todos os materiais utilizados nas melhorias anteriores, é importante também ressaltar. Também é possível a forja de novos armamentos, e podemos também através do ferreiro aprimorar as armas e a armadura de nosso companheiro Amigato, o qual nunca deve ser relegado a segundo plano.

Monster Hunter: World - PC

Em minha experiência com o jogo, me adaptei melhor com uma arma chamada Glaive Inseto, a qual conta também com um extra. Trata-se de um inseto (Kinseto) que pode ser lançado contra os monstros e neles causar danos, incluindo inoculação de veneno ou então dispersão de eletricidade (os Kinsetos também podem ser aprimorados no ferreiro, vale lembrar).  A Glaive Inseto também fornece ao caçador habilidades extras de movimentação, permitindo que ele se lance no ar e desfira ataques à partir daí, o que é extremamente vantajoso.

Monster Hunter: World - PC

É aqui que pode entrar em cena, então, outra característica interessantíssima dos combates: a possibilidade de montarmos os monstros. Podemos montá-los de diversas maneiras. Podemos acessar pontos elevados na área em que estamos e então saltar sobre eles, lançando um ataque bem no momento exato de contato, e podemos também utilizar a Glaive Inseto para nos lançarmos no ar e aterrissarmos em suas costas.

Montados nos monstros, podemos golpeá-los à vontade durante algum tempo, ao mesmo tempo em que nos seguramos e nos desviamos de obstáculos (isto porque os monstros podem realmente enlouquecer de raiva e sair em disparada). Terminada a “cavalgada”, voltamos então ao cenário anterior de luta, encarando nossos inimigos frente a frente.

Podemos seguramente dizer que os monstros de Monster Hunter: World são as verdadeiras estrelas do jogo. Eles possuem comportamentos que nos assustam, muitas vezes. O urro de um Anjanath é assustador, capaz de deixar o caçador aturdido por alguns segundos. Vê-lo abocanhar monstros menores e lança-los ao longe é uma experiência maravilhosa, e nos dá a impressão de estarmos inseridos dentro de uma espécie de Jurassic Park (o Anjanath, aliás, lembra bastante um Tiranossauro Rex).

Monster Hunter: World - PC

Observar o Grande Jagras engolindo criaturas inteiras, de uma vez só, ficando então inchado e horripilante, é capaz de dar nos nervos de qualquer um (o que é um bom sinal, veja bem, dentro da proposta do jogo). O Barroth com seus ataques de lama é realmente irritante, capaz de irritar até mesmo o jogador mais paciente, e o Jyuratodus com suas camuflagens representa momentos muito bacanas no gameplay. Existem também monstros à princípio “fofinhos”, como por exemplo o Paolumu: mas não se engane, ele possui presas terrivelmente afiadas e é uma criatura da qual é bastante difícil nos aproximarmos.

Monstros diversos possuem ligação com elementos diversos, como por exemplo fogo, água dragão, eletricidade, etc. Eles também podem ser vulneráveis a alguns destes elementos, e temos de aproveitar tais vulnerabilidades para que possamos deles dar cabo com mais eficiência e rapidez. Nossas armas, Amigatos e Kinsetos podem contar com tais elementos, e tudo isto acaba se transformando em um conjunto valiosíssimo quando se trata de caçar e enfrentar nossos alvos.

Cada caçada é única, vale lembrar. O comportamento dos monstros muda conforme nosso modo de agir, e alguns deles se enfurecem a tal ponto que acabam se tornando bastante perigosos. Cada besta possui também determinadas peculiaridades que fazem com que tenhamos de atacar com precisão e estratégia. Eles possuem pontos fracos, os quais devem ser explorados, mas também possuem vantagens, ataques poderosos e característicos e pontos mais rígidos difíceis de serem explorados.

Monster Hunter: World - PC

Outro dos grandes atrativos do jogo está ligado à constante sensação de perigo que sentimos. Nunca estamos seguros, temos sempre de ficar de olhos bem abertos, e nossa espada nunca jaz por muito tempo em sua bainha. Hordas de monstros menores podem aparecer em nosso caminho e nos causar grandes problemas enquanto estamos no meio de uma missão. Nosso caçador é uma figura minúscula em meio à todo aquele colossal Novo Mundo criado pela Capcom, um diminuto e frágil oponente, passível de ser morto bem rapidamente, com um único golpe de uma criatura gigantesca.

Monster Hunter: World também é uma experiência única. Temos nele um verdadeiro ecossistema, onde a fauna e a flora podem ser utilizadas a nosso favor ou contra nós. Podemos, por exemplo, atrair nossos alvos para o meio de manadas de criaturas pacíficas, a fim de distraí-los e assim ganharmos mais abertura e tempo para ataques e combos poderosos. Podemos também atrair monstros vulneráveis à água para rios e lamaçais, e podemos também utilizar armadilhas e munições específicas dependendo do tipo de arma que estamos empunhando.

Existem algumas armas no jogo que permitem o disparo de projéteis os mais diversos. Podemos criar e lançar dardos venenosos e até mesmo pedras explosivas. Podemos também, por exemplo, utilizar armadilhas e redes de captura, dependendo do tamanho do monstro que estamos caçando. Também é possível, na cantina ou nos acampamentos, antes do início de uma caçada, comprarmos e comermos diversos tipos de refeições, as quis então aumentam nossa vida, nosso vigor e melhoram nosso ataque e nossa defesa (vale lembrar também que nossas armas perdem o fio com frequência, e somos então obrigados a afiá-las em pleno campo de batalha).

O jogo conta com diversas mecânicas interessantes e complexas, capazes de transformar um caçador em protagonista de jornadas verdadeiramente épicas. Épico, aliás, é o termo que eu estava buscando para também ajudar a descrever MHW. Diversos elementos no jogo possuem escala épica, e tudo isto é fantasticamente ajudado pela sensacional trilha sonora orquestral, capaz de empolgar até mesmo o menos entusiasmado dos jogadores.

Monster Hunter: World - PC

O jogo é épico quando nos coloca em batalhas contra gigantes assustadores para os quais olhamos e pensamos: “jamais vou conseguir derrotar tal criatura”. O jogo é épico quando nos faz perceber a grandiosidade do ecossistema no qual estamos inseridos, com sua própria cadeia alimentar (cujos lampejos vislumbramos, vez ou outra). O jogo é épico em sua execução, nos colocando frente a frente com uma criatura que é uma colossal e perigosíssima montanha de fogo.

Monster Hunter: World é impressionante, e parte disso está também ligado à imprevisibilidade. Não podemos prever o que vai acontecer tão logo entramos em grandes áreas abertas repletas de animais gigantes bebendo água: estes podem começar, de repente, a sair em disparada pois pressentiram a chegada de um predador. Não podemos prever como uma luta terminará, se iremos desmaiar três vezes (e assim passar pelo cancelamento da missão) ou não. Não podemos prever quanto tempo um combate irá demorar, mas prepare-se para lutas contra “chefes” que durarão 20, 30, 40 minutos.

Lutas estas, aliás, sempre divididas em diversas “camadas”, com os monstros fugindo e se escondendo, buscando refúgio em lugares mais altos ou então em cavernas. Lutas estas repletas de desafios e de momentos impressionantes, com criaturas horrendas tentando nos assustar com ataques luminosos ou então urros ensurdecedores. Prepare-se para muita emoção em World, e prepare-se também para muita pesquisa.

Realizar expedições através das diversas regiões do Novo Mundo é uma maneira excelente de colher informações, as quais são então devidamente tratadas pelos pesquisadores em nossas bases, de maneira tal a nos fornecer os subsídios necessários para as próximas lutas. Conhecimento é tudo, em MHW, e você passará muito tempo lendo, também.

Aliás, fica aqui um lembrete: o jogo é complexo. Complexo é o manuseio das armas, complexo é o processo de criação de itens, complexas são muitas das mecânicas. Prepare-se para muitos, muitos tutoriais, para muito texto. Prepare-se, e dedique-se a aprender a respeito de tudo o que é apresentado, tendo a certeza de que tudo isto será, uma hora ou outra, utilizado.

O game também possui um grande enfoque no multiplayer, e, aliás, é bem mais divertido, além de fácil, caçar monstros na companhia de outros jogadores do que sozinho. Você pode perfeitamente encarar uma missão sozinho, mas dependendo do monstro em questão, a brincadeira pode ser bem mais fácil se você contar com companheiros reais em seu grupo. Você pode disparar, por exemplo, um sinalizador para pedir socorro, quando necessário, e também pode entrar em partidas criadas por outros jogadores, bem como criar a sua própria.

Monster Hunter: World - PC

Montado o grupo, todos então partem em busca do alvo, o qual poderá ser à partir daí abatido muito mais facilmente. Ao final, todos dividem os espólios, retornando às suas bases cheios de itens valiosos para o aprimoramento de armaduras e armamentos. Eu, que prefiro a solidão do singleplayer à multidão do multiplayer, confesso que me vi pedindo ajuda em vários momentos em MHW, a qual era então sempre muitíssimo bem vinda (sessões online).

Temos aqui um excelente trabalho da Capcom. Um jogo capaz de divertir e desafiar por muitas, muitas horas. Por muito tempo. Um jogo ambientado em um mundo interessante, vasto e repleto de vida, vida esta que pode servir aos nossos propósitos ou então nos proporcionar boas dores de cabeça. Cada combate é uma experiência única, e você pode até mesmo caçar sem se envolver em missão alguma, apenas pelo prazer da luta e/ou pelo loot.

Monster Hunter: World é um daqueles jogos para o qual você continua voltando, hora após hora, dia após dia, seja para encarar algum novo inimigo, seja para melhorar seu personagem, seja para caçar algum outro velho conhecido de outros tempos.

O jogo é um must have para quem aprecia ação, mundos vibrantes e batalhas épicas contra “chefes” enormes e perigosíssimos. Trata-se de um dos melhores lançamentos de 2018, de uma experiência imperdível, de um título com uma enorme quantidade de conteúdo de altíssima qualidade. Adorei. Simples assim. E os gráficos, bem, eles são lindíssimos, sendo que no PC tudo fica melhor ainda, com várias configurações e filtros avançados.

Ficha técnica

Título: Monster Hunter: World

Gênero: ação, caça, RPG

Desenvolvedora: Capcom

Publisher: Capcom

Data de lançamento: 26 de Janeiro de 2018 (consoles) e 09 de Agosto de 2018 (PC)

Plataformas: PC, PlayStation 4 e Xbox One

Versão analisada: PC

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest