Nesta semana finalmente comprei um console portátil. Estava em dúvida entre o PSP, da Sony, ou entre o DSi, da Nintendo. Acabei optando por este último devido a buscar, em um portátil, por games casuais. Quero deixar os games hardcore e/ou mais “profundos”, digamos, para o PC e para o Xbox 360. Em um portátil busco, além da mobilidade, a possibilidade de me divertir sem muito envolvimento. De poder jogar a qualquer hora games divertidos, casuais e/ou exclusivos, como os do Mario, por exemplo, uma vez que não vou comprar o Nintendo Wii, por exemplo, não tenho mais meus consoles da Nintendo, e gosto muito dos games do bigodudo.

Bom, minha primeira compra (Scribblenauts já está a caminho) foi Picross 3D, em uma loja local. O jogo já me chamou a atenção pela sua capa: está na cara que se trata de um puzzle. Pesquisando a seu respeito, descobri que Picross 3D é a versão em 3 dimensões de Picross, de 2007. Picross 3D foi lançado em Maio de 2010, e foi desenvolvido pelo HAL Laboratory e pela Nintendo. Trata-se de um puzzle divertidíssimo, bonito e desafiador, e totalmente em 3 dimensões. Um jogo para quem adora quebrar a cabeça.

Picross 3D é um puzzle que se aproveita muito bem da Stylus do DS, através da qual, além de jogar, você gira os blocos em 3 dimensões (o que não deixa de fazer parte do jogo, também). O objetivo é descobrir diversos elementos escondidos dentro de blocos sólidos, “compactos”, digamos. Para isto, você conta com informações numéricas exibidas em cada linha ou coluna de blocos.

Cada número representa a quantidade de objetos que deve permanecer em cada coluna ou linha, a fim de que o objeto escondido seja revelado. Os blocos “inúteis”, digamos, devem ser eliminados, explodidos, e para isto você deve utilizar muito raciocínio para decidir quais blocos marcar como “úteis” (e não destruí-los), e quais blocos explodir (os inúteis). Vale lembrar que se você cometer 5 erros em qualquer um dos puzzles, ou seja, se você destruir cinco blocos que não eram para ser destruídos, é Game Over na certa. 🙂

Os números podem ser exibidos de forma normal ou com um círculo os envolvendo (veja na imagem ao lado). Números “normais” significam que os blocos existentes na linha ou na coluna em questão estão dispostos de forma sequencial. Números envoltos por um círculo mostram que aquela quantidade de blocos não está disposta de forma sequencial na respectiva linha ou coluna. Você deve deduzir onde estão os blocos que não devem ser destruídos e onde estão os que devem através do cruzamento de informações.

Gire o cubo, veja todos os números exibidos em todas as linhas e colunas, e descubra o que deve e o que não deve ser destruído ou marcado como útil. Muita atenção é necessária em Picross 3D. Assim que você destrói todos os blocos inúteis e marca todos os úteis, a figura é revelada. Letras, utensílios, animais, etc. Uma infinidade de coisas pode estar escondida. Fiquei cerca de 4 horas jogando o puzzle e confesso que não enjoei. O “pequeno” game possui gráficos muito agradáveis, considerando-se aqui que se trata de um console portátil e, também, que se trata de minha primeira experiência com o Nintendo DSi.

Picross 3D contém mais de 350 puzzles, e existem diversos tutoriais que mostram ao jogador todas as regras, comandos e “esquemas” do jogo. Trata-se, em minha opinião, de um game obrigatório na coleção de qualquer dono de um Nintendo DS (ou DSi) que aprecie puzzles e games similares. O jogo é muito viciante, e você se esquece do tempo ao jogá-lo.

Bom, este foi o meu primeiro review de um game para o Nintendo DS. Espero que gostem. 😉

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest