A SmithMicro é uma desenvolvedora de softwares norte-americana que possui mais de 25 anos de estrada. A sede da empresa fica na Califórnia, e ela desenvolve e mantém uma enorme gama de produtos, desde soluções para backup até softwares para design, como por exemplo o Anime Studio Debut, passando por softwares para diagnóstico e correção de problemas em PC’s e ferramentas para produtividade.

A SmithMicro também possui em sua linha de produtos um software para compressão e descompressão de arquivos, o fantástico e extremamente fácil de se utilizar StuffIt Deluxe 2010, o qual conta com recursos poderosos e não encontrados em nenhum outro software desta categoria. Pelo menos, não através da utilização de um único aplicativo. O StuffIt Deluxe 2010 possui versões para Mac e Windows, e também conta com uma versão com menos recursos (e mais barata). Entretanto, a versão Deluxe é o que existe de melhor em softwares para compressão e descompressão de arquivos.

A interface do StuffIt Deluxe 2010 é muito bonita, clean e organizada. Todos os recursos são facilmente encontrados, e o aplicativo conta com recursos únicos e extremamente úteis, como por exemplo o StuffIt Connect, o StuffIt SmartSend e um maior nível de compressão quando lidando com arquivos .MP3, .JPG e .PDF, por exemplo.

O formato padrão de compressão do StuffIt é o StuffItX (arquivos com a extensão .sitx). Realizei diversos testes com o StuffIt Deluxe 2010. Durante os mesmos, pude perceber a diferença entre utilizar ou não o formato nativo do StuffIt. Um PDF com 6,94 MB, após comprimido para o formato StuffIt, passou para 5,74 MB, enquanto o mesmo processo, através do WinZip, resultou em um arquivo com 6,42 MB.

Ao comprimir um arquivo .MP3 (“A Change of Seasons”, do Dream Theather), com 31,7 MB, para o formato sitx, obtive um arquivo com 28,9 MB, enquanto o mesmo processo através do WinZip resultou em um arquivo com 31,4 MB. A diferença é enorme, não? E ao comprimir um arquivo .JPG com 112,95 KB para o formato nativo do StuffIt, obtive um arquivo .sitx com 69,4 KB, enquanto que com o WinZip consegui pouquíssima redução: o arquivo .zip resultante possui 112,86 KB. Valores irrisórios obtidos pelo WinZip, não?

Uma das grandes vantagens do StuffIt Deluxe 2010 é o fato de que ele não compromete a integridade/qualidade das imagens comprimidas. Comprima e descomprima imagens através do aplicativo da SmithMicro sem qualquer medo de perda de qualidade. Isto se deve à tecnologia extremamente inovadora utilizada pela desenvolvedora. Durante meus testes de compressão, nem mesmo utilizando o formato .zipx (no nível máximo de compressão) do WinZip, o qual fornece um maior nível de compressão, obtive resultados melhores do que o StuffIt Deluxe 2010. Ao comprimir o mesmo arquivo MP3 acima citado desta forma, através do WinZip, obtive uma redução irrisória de tamanho, ou seja, o arquivo .zipx resultante ficou com 31,4 MB, enquanto o MP3 original possui 31,7 MB. Quanto ao nível de compressão, não há o que discutir, se utilizarmos o formato .sitx: o StuffIt ganha disparado.

StuffIt Connect: Armazene e compartilhe seus arquivos

O StuffIt Deluxe 2010 possui, além disso, recursos extremamente úteis e inovadores. Um deles é o StuffIt Connect. Trata-se de um “espaço online”, localizado nos servidores da SmithMicro, no qual você pode armazenar até 2 GB. E o StuffIt Connect é totalmente integrado ao StuffIt. Pelo que eu sei, a SmithMicro é a primeira empresa a trabalhar com cloud computing em softwares para compressão/descompressão de forma totalmente integrada, oferecendo ao mesmo tempo o software e o serviço.

Através do StuffIt Connect, você comprime um arquivo, por exemplo, e o envia para sua conta junto ao serviço. Após o upload, uma página web é automaticamente aberta, e através dela, você pode adicionar contatos, inserir um código que serve como senha para o download, e enviar um convite para quem desejar, para que a pessoa então baixe o arquivo. Ou seja, nada de sofrer enviando arquivos enormes via e-mail: o StuffIt Connect está aí justamente para evitar este tipo de problema. É possível até mesmo definir uma data de expiração para o arquivo, e após esta data o mesmo será automaticamente eliminado.

Dentro do painel do StuffIt Connect você pode conferir com quem já compartilhou todos os arquivos, remover o acesso desta pessoa ao arquivo, baixar o arquivo (este serviço também pode funcionar como um backup de seus arquivos, é claro) e utilizar filtros para buscar seus arquivos armazenados no serviço, caso possua muitos.

Você também pode efetuar o upload de arquivos para o serviço a partir de sua própria interface, e pode cadastrar contatos, para facilitar e agilizar o compartilhamento de todos os dados. A pessoa com a qual você compartilhou o arquivo receberá um e-mail contendo informações sobre o mesmo e o link para download. Caso você tenha definido uma senha para o download, ela será solicitada.

Na verdade, o StuffIt Connect está diretamente ligado ao recurso StuffIt SmartSend. Arquivos pequenos são automaticamente anexados a um e-mail pronto para ser enviado, caso você escolha, por exemplo, a opção “StuffIt and Email”. Já os arquivos maiores, que causariam problemas ao receptor, são enviados para o StuffIt Connect, e vale ressaltar que o StuffIt Deluxe faz esta distinção automaticamente, e envia o que for necessário para onde for necessário, da maneira correta, dependendo do tamanho do arquivo em questão. Ou seja, o SmartSend é uma maneira super inovadora para o envio de arquivos comprimidos. Ele realiza a análise do arquivo e, dependendo de seu tamanho, o anexa a um e-mail ou então o envia à sua conta junto ao StuffIt Connect. Sensacional, não?

O StuffIt Deluxe 2010 possui uma seção chamada “Quick Tools”, a qual disponibiliza atalhos para diversas funções do aplicativo. “StuffIt and Email” e “Zip and Email” são alguns dos “droplets” aqui encontrados, e além disso, ele conta com duas áreas para as quais você pode simplesmente arrastar qualquer arquivo, e o software irá então realizar a operação necessária conforme a área escolhida:

  • Extract (simplesmente abra ou extraia um arquivo comprimido, arrastando o mesmo para esta área. Escolha também a pasta destino para a extração);
  • Create (simplesmente arraste um arquivo para esta área, para gerar uma versão comprimida, sendo possível escolher o formato, definir se o arquivo será criptografado ou não, etc).

O StuffIt Deluxe 2010 também conta com Wizards que guiam o usuário durante todos os passos de qualquer procedimento, seja uma simples compressão ou o envio de um arquivo para um servidor FTP. Aliás, vamos falar agora do “Compress & FTP”. Através desta função, você pode comprimir qualquer arquivo e, na sequência, enviá-lo para um servidor FTP qualquer.

Durante o processo, será solicitado que você especifique os detalhes do servidor, como por exemplo host, caminho no servidor, porta, usuário, senha, etc. Tudo isto poderá ser salvo como um “perfil”, e nas próximas vezes, bastará utilizar este perfil e realizar a operação de maneira muito mais simples.

É possível também comprimir quaisquer arquivos e, imediatamente após a compressão, gravar um CD ou DVD com o(s) arquivos(s) comprimido(s). O StuffIt guia o usuário durante todo o processo, e permite a escolha do “label” para o disco, além de possibillitar que o disco seja mantido “aberto” (para futuras gravações no mesmo) e ser capaz de apagar dados em discos regraváveis, antes da gravação.

Outra funcionalidade muito interessante no StuffIt é a possibilidade de agendar tarefas de compressão. Você pode agendar simples compressões, compressões seguidas de envio por e-mail ou para o StuffIt Connect, compressões seguidas do envio do arquivo para um servidor FTP ou até mesmo compressões seguidas pela gravação do resultado em um CD ou DVD. Isto é muito interessante para backups de dados, por exemplo. Também aqui, é possível trabalhar com profiles (perfis), e utilizar qualquer um deles a qualquer momento. O software da SmithMicro também converte arquivos .zip para .sitx e vice-versa, vale ressaltar.

E, como todo bom e completo software para compressão, o StuffIt Deluxe 2010 conta com um criador de arquivos auto-extraíveis (SFX), através da opção “SEA Builder”. Utilize e crie perfis, defina o destino para o arquivo SFX, escolha se deseja criptografar o arquivo ou não, defina um ícone para seu arquivo auto-extraível (ou escolha qualquer um dos 5 disponibilizados pelo programa), defina o diretório onde o arquivo deverá ser extraído, quando o EXE for executado, defina se deseja exibir informações prévias e referentes ao progresso da extração, configure ações pós-extração e traduza todas as mensagens exibidas durante a extração para mais de 100 idiomas diferentes, inclusive o português.

Neste caso da tradução, um novo wizard é exibido, e você vai definindo as mensagens e textos para cada uma das etapas do processo de extração de seu arquivo SFX, sendo possível até mesmo pré-visualizar cada uma das telas, e alterá-las quantas vezes desejar. O texto de todos os botões também pode ser  traduzido e modificado. Na verdade, para cada idioma que você escolhe, você deve realizar a tradução. E após a tradução, tudo é salvo em um perfil, com o nome do idioma que você escolheu.

O criador de arquivos auto-extraíveis do StuffIt Deluxe 2010 é o mais completo e poderoso que já vi no mercado. O executável resultante sai exatamente do jeito que você quer, e a criação do mesmo é extremamente simples.

Vale lembrar que a pessoa para a qual você vai enviar este arquivo não precisa possuir o StuffIt nem tampouco nenhum software para compactação/descompactação de arquivos. Este é o propósito de arquivos SFX: facilitar a vida de quem recebe os arquivos.

Cada arquivo SFX criado pelo StuffIt Deluxe 2010 é totalmente independente do aplicativo da SmithMicro, e o receptor pode acessar o conteúdo existente no mesmo simplesmente executando o arquivo EXE gerado pelo StuffIt, o qual você enviará a ele.

Além disso, toda e qualquer mensagem é traduzível/personalizável, inclusive mensagens de erro:

O StuffIt ainda se integra ao seu anti-vírus, se você desejar, visando aumentar sua segurança ao lidar com arquivos cuja procedência seja desconhecida, por exemplo. Você também pode definir o tamanho mínimo para que um arquivo seja enviado via e-mail através do SmartSend, e não para o StuffIt Connect, bem como especificar “condições” adicionais para tal, baseadas no tipo do arquivo.

Existe também o Archive Manager, que lista todos os arquivos comprimidos em seu computador, contando inclusive com diversos filtros, e além disso, o StuffIt conta com uma aba onde é possível realizar buscas de maneira muito interessante, sendo possivel especificar filtros tais como “tamanho do arquivo”, “tipo do arquivo”, “data de criação, com diversas opções – antes, após, entre, etc”, locais para busca, exclusões, etc.

O StuffIt Deluxe 2010 se integra perfeitamente com o menu de contexto do Windows, fornecendo, a partir daí, acesso às funções básicas e também aos wizards, droplets e ao SmartSend. O aplicativo abre, descompacta e compacta arquivos em mais de 30 formatos diferentes, incluindo os formatos .zip, .tar, .Gzip, .arj, .rar, .7z, .Cab, .Lha, .Arc, etc. Vale a pena dar uma olhada em “Options ==> File Associations”, para ver quais ele lê, compacta e descompacta, pois nem sempre ele compacta determinado tipo de arquivo que é capaz de compactar e/ou vice-versa. Como em qualquer software do tipo, aliás. 🙂

Conclusão

Confesso que fiquei impressionado pelo poder, pela facilidade de uso e pela enorme gama de recursos que o StuffIt Deluxe 2010 possui. Para quem procura um compactador/descompactador de arquivos rápido, “user friendly” e que trabalha com cloud computing, o StuffIt Deluxe 2010 é uma das melhores escolhas existentes no mercado.

O software custa US$ 49,99, mas está em promoção, por tempo limitado, por US$ 19,99. Ao comprar o software você ganha acesso gratuito por um ano ao StuffIt Connect.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest