Parece que as coisas realmente estão indo de mal a pior para a Sony, apesar da empresa ter dito que a PSN começaria a ser restabelecida ainda esta semana. Corre um rumor segundo o qual um grupo de hackers está planejando novos ataques aos servidores da empresa, para este final de semana. O motivo? Retaliação devido ao fato da Sony estar (pelo que tudo indica, ou indicava) resolvendo os problemas. Segundo a CNET, aliás, os tais hackers já possuem acesso a alguns servidores. Eles estariam, então, apenas aguardando o “momento certo” (sabe-se lá como, quando e por que) para iniciarem os ataques.

Se isto for mesmo verdade, mais uma vez, empresa, funcionários e clientes teriam suas informações sob risco. Os tais hackers planejam divulgar informações obtidas, incluindo nomes, endereços e números de cartão de crédito de clientes. Ainda segundo a CNET, o hipotético terceiro ataque seria executado pelos mesmos indivíduos que já invadiram os servidores. É, a PSN virou mesmo uma “terra sem lei”.

Algo chocante, aliás, foi dito pelo Dr. Gene Spafford, professor de ciência da computação e especialista em segurança. Ele concluiu, em relação aos problemas na PSN e com base em tudo o que já assistiu, o seguinte:

Minha conclusão pessoal a partir de análises de relatórios na imprensa e de discussões em reuniões profissionais é que os operadores destes sistemas continuam a rodar softwares antigos e falhos, fracassam em seguir algumas boas e básicas práticas de segurança e privacidade, e muitas vezes possuem treinamento ou suporte insuficiente“.

Tais palavras, vindas de um especialista em segurança com ampla experiência no assunto (o Dr. Spafford, aliás, é bacharel em matemática e ciência da computação), tornam o cenário mais tenebroso ainda. E se juntarmos a isto tudo o fato de que alguns relatos supõem que a Sony rodava versões desatualizadas do  Apache em seus servidores, sem sequer um firewall ativo quando foi atacada pela primeira vez, a que conclusão podemos chegar?

Que a ganância falou mais alto? Que os clientes da empresa não possuem nenhuma importância, representando apenas meros números em sua base de dados? E que cenário mais terrível e incerto podemos tentar imaginar daqui para a frente? Bastará que alguém seja pego em flagrante realizando algum delito para que grupos que se sentem donos da verdade e se acham no direito de colocarem em risco a vida financeira e a privacidade alheias ajam desta forma?

Aliás, a tal redução de preço no PS3 no Brasil não representa nada em face deste apagão na PSN. Quando se observa o número de usuários cujos dados foram comprometidos. Quando se percebe que a Sony, talvez, tinha pouca ou nenhuma preocupação com a segurança de seus servidores. Não usar firewall em um servidor web? Não recomendo a ausência de um firewall nem a meu sobrinho em seu computador pessoal. Que dizer, então, de uma grande corporação cometendo um erro crasso desses?

Se estes ataques ocorrerem mesmo neste final de semana (o que espero que não aconteça), a fabricante do Playstation 3, o próprio console e a PSN afundarão ainda mais em um lamaçal do qual será muito difícil sair. Pelo menos no tocante à imagem, o que conta muito, aliás. Enquanto isto, espero sinceramente que a Microsoft não esteja cometendo os mesmos erros.

(Via: Gamesindustry.biz)

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest