Como todos sabem, a THQ pediu concordata, o processo de venda da empresa passou por problemas e, infelizmente, a empresa teve de ser vendida aos pedaços. O leilão da empresa foi realizado ontem, 22 de Janeiro de 2012, e hoje o resultado deverá ser divulgado.

Diversos rumores já circulam por aí, e segundo eles a Sega já é dona da Relic Entertainment (Warhammer 40K: Dawn of War, Company of Heroes e outros). Um funcionário da Relic chegou a mencionar também a EA (tristeza), a Ubisoft e a Warner Bros dentre as empresas participantes do leilão e possíveis compradoras de estúdios e franquias.

Rumores também mencionam o fato de que South Park: The Stick, da Obsidian, tem grandes chances de pertencer à Ubisoft. A Volition, responsável pelas séries Saints Row e Red Faction, passaria para as mãos da Koch Media, proprietária da Deep Silver (Dead Island).

Tudo isto é bem triste, na verdade. Não nego que fico bastante preocupado com a presença da Electronic Arts neste “bolo” todo, principalmente levando em consideração suas práticas abusivas (além da Síndrome de EA) e a maneira como ela geralmente lida com os estúdios que adquire (sem falar no “respeito” que ela tem para com seus clientes). Em relação à Sega e à Ubisoft não tenho tantos receios.

De qualquer forma, não deixa de ser triste observar uma grande, famosa e importante publisher como a THQ sendo literalmente fatiada e exposta desta forma, como um mero pedaço de carne em um açougue. Ok, negócios são negócios, mas muitos jogadores criam bastante simpatia (ou inimizade, em alguns casos) pelas desenvolvedoras e publishers das franquias que amam, e assim, esta caminhada da THQ rumo ao buraco foi algo muito ruim para muita gente.

Como uma espécie de prêmio de consolação, porém (pelo menos para quem está de fora – e não que isto vá mudar alguma coisa), vale destacar que Alex Peters, ex-chefão da Relic (e que também já trabalhou na DICE e na EA), arranjou um novo emprego. Ele agora é vice-presidente de produção na Activision (é, nem tudo é perfeito).

Fica ainda a dúvida em relação a quem realmente comprou o que, o que as compradoras farão com franquias e estúdios que adquiriram e, principalmente, o que a EA abocanhou. Ainda estamos caminhando na área dos rumores, mas uma certeza pelo menos todos temos: muita gente perdeu ou vai perder seu emprego, seja agora, seja lá na frente, principalmente quem cair nas mãos da EA. O resultado do leilão sai hoje à tarde.

Fico me perguntando se tudo isto poderia ter sido evitado caso o uDraw tivesse sido um sucesso. Infelizmente, e como eu previa, o Humble THQ Bundle não salvou a THQ. Vigil Games, Volition, Saints Row, Red Faction, Company of Heroes e Homefront: séries e games que mudarão de casa e até mesmo, quem sabe, correrão o risco de desaparecerem e/ou serem modificados de maneiras não  lá muito de acordo com o que temos visto até hoje.

Metro Last Light: será este game lançado algum dia, aliás, apesar de muitos dizerem que sim? Vale lembrar que a THQ não era dona da franquia, portanto, ainda existe esperança. Um dos grandes perigos aqui, também, é a enorme oportunidade para a criação de mais corporações gigantescas. Publishers enormes, monopólio, etc.

Grandes e diferentes franquias nas mãos de cada vez menos empresas. Onde irá parar este nosso mundo dos games?

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest