Sengoku é um jogo de estratégia em desenvolvimento pela Paradox Interactive que será lançado no terceiro trimestre de 2011. Ambientado no século XV, no Japão feudal, Sengoku fornece ao jogador a oportunidade de jogar como o chefe de uma ilustre família de Samurais. Com a autoridade dos Shoguns Ashikaga entrando em colapso, grandes problemas podem ocorrer nas diversas províncias japonesas, e cada homem deve zelar, sozinho, por si e por sua família.

O jogador poderá tentar unir novamente o Japão através de uma combinação de acordos com potências estrangeiras e envio de samurais contra os inimigos, sendo que até mesmo Ninjas estarão à disposição do jogador. Trata-se de um jogo de estratégia que conta, também, com um mapa do Japão extremamente detalhado.

Um dos diferenciais de Sengoku, até mesmo levando-se em consideração o fato de estarmos jogando um game ambientado no Japão feudal, é que você pode gerenciar cada província de forma diferenciada. Você pode optar por manter um foco maior na expansão da economia de seus domínios ou, por outro lado, focar mais no lado bélico. Ou então, você pode muito bem trabalhar em cima destes dois itens. Também será necessário lidar com relações pessoais. Com sua família, seu clã, seus vassalos, etc.

Nosso objetivo com Sengoku é criar um game onde suas ações importam, onde você verdadeiramente age como um nobre japonês na luta para se tornar um Shogun, com o nosso foco na jogabilidade e na redução da curva de aprendizado, e ainda assim sendo um profundo e complexo game da Paradox. O que verdadeiramente faz de Sengoku algo único é o modo livre de mudança de alianças e conquistas, em contraste com o acúmulo a longo prazo de suas ações e relações. Talvez seja melhor manobrar para o futuro do que gastar recursos agora. E lembre-se sempre: lute contra seus inimigos de forma honrosa“, diz Johan Andersson, produtor de Sengoku.

O título parece ser realmente interessante, e a Paradox Interactive divulgou uma entrevista bem interessante com Thomas Besuchov, chefe de projeto de Sengoku. A entrevista está em inglês, mas seus pontos chave, digamos, são muito interessantes. Você competirá por poder, basicamente, em um período muito turbulento na história do Japão.

O objetivo do game, segundo Thomas, é se tornar um Shogun. Para isto, você deve primeiro obter o controle de seu próprio clã, e depois derrotar todos os outros clans rivais. Você deve prestar bastante atenção nos seus vassalos e samurais. Tudo deve ser muito bem balanceado, e as ambições de todos não poderão, digamos, entrar em conflito umas com as outras. Acima de tudo: mantenha seus samurais leais a você.

É, trata-se realmente de um game muito promissor. A Paradox realmente consegue criar e/ou atuar como publisher de games de estratégia verdadeiramente empolgantes e bonitos. Assista abaixo à entrevista com Thomas Besuchov, e veja mais algumas imagens inéditas de Sengoku:

Link para o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=IpQ4U7mQCJY

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest