Sleeping Dogs e o prazer da liberdade em um jogo eletrônico

Quem acompanha o XboxPlus já deve estar sabendo de meu mais novo “queridinho” no mundo dos jogos eletrônicos. Trata-se de Sleeping Dogs, da United Front Games. Este ótimo jogo de mundo aberto foi lançado para Xbox 360, Playstation 3 e PC, e é justamente esta última versão que estou jogando.

Gravei, inclusive, alguns vídeos de gameplay, conforme abaixo:

Game Sleeping Dogs

Sempre fui fã de jogos de mundo aberto. Sempre gostei de ter liberdade em um jogo. De, principalmente, ser capaz de fazer o que quiser, quando quiser e da maneira que quiser. Jogos e franquias como, por exemplo, The Elder Scrolls, Just Cause 2, Saints Row e GTA, são capazes de fazer com que eu me esqueça um pouco de minha vida social.

E com Sleeping Dogs não foi diferente. O jogo nos coloca no papel do policial disfarçado Wei Shen, e tanto quando este age puramente como um policial quanto quando ele age como alguém que faz (quase) de tudo para crescer e ser bem visto em meio aos chefões do crime organizado em Hong Kong, temos algo bem intenso em mãos, por incrível que pareça. Momentos dramáticos fazem parte do jogo, por falar nisso, e Shen parece viver em uma constante corda bamba.

Game Sleeping Dogs

Seus superiores, por falar nisso, não deixam de demonstrar enorme preocupação com o nível de envolvimento do policial com as gangues, principalmente porque ele tem um histórico de violência e de perdas que também têm a ver com o crime. Não é somente o trabalho policial que motiva Wei Shen. Além de interesses pessoais, o policial também percebe, pouco a pouco, que faz parte de uma família.

Uma família criminosa, é claro, mas a única presente e que representa algo para ele, naquele momento de sua vida. Momento em que ele, além de tudo, não esconde sua raiva e seu desejo de vingança. Superiores de Shen chegam a levantar a hipótese de removê-lo da operação, e é claro que isto é algo totalmente fora de cogitação, pois a narrativa foi construída em torno desta permanência do policial em meio aos criminosos.

O jogador, no papel do policial disfarçado, pode chegar a gostar do tratamento que recebe (não a princípio) por parte de alguns membros da máfia. Pode ver alguns deles com enorme simpatia, aliás. Um deles, em especial, é personagem principal de um dos momentos mais dramáticos que já presenciei até agora, durante o jogo. Uma ocasião feliz que rapidamente se transformou em um pesadelo. Poucos jogos deste gênero possuem esta capacidade, esta força, este diferencial.

Game Sleeping Dogs

Poucos jogos de mundo aberto conseguem manter o jogador tão preso a seu enredo como Sleeping Dogs. Temos liberdade, mas também estamos presos à história. Não que o jogo nos obrigue a “seguir uma linha”, como Mafia II, por exemplo. Mas nós acabamos nos sentindo extremamente motivados a seguir em frente, a não deixar as missões principais de lado.

Temos aqui um jogo aberto, onde podemos quebrar regras e até mesmo matar inocentes, além de realizar diversas missões paralelas e participar de minigames que, muitas vezes, estão ali só para proporcionar diversão. Mas este mesmo jogo também conta com um enredo interessantíssimo, personagens extremamente carismáticos e uma grande dose de drama.

A liberdade existe e pode ser desfrutada, em Sleeping Dogs, de diversas maneiras. Durante uma missão primária ou secundária, ou até mesmo durante uma simples atividade durante a qual você deve vigiar uma garota. Mas, independentemente de qualquer coisa, o jogo não deixa você esquecer que está dentro de um universo coeso e vibrante. De um mundo vivo e repleto de encantos.

A Activision deve estar, creio eu, se mordendo de raiva por não ter acreditado (sabe-se lá qual foi o real motivo) no tal True Crime: Hong Kong (este era o nome de Sleeping Dogs, a princípio, quando ainda estava nas mãos da publisher de Call of Duty). É a vida. E o título apresenta ao jogador uma verdadeira e espetacular miscelânea de experiências, personalidades, interesses e resultados.

O trabalho do protagonista dentro da organização Sun On Yee (seu trabalho é, aliás, tentar derrubar as tais Triads), a confiança e a amizade de Winston Chu, grandalhão líder da Water Street Gang, e suas diversas discussões com Raymond Mak, da polícia de Hong Kong, acabam fornecendo ao jogador um terreno extremamente fértil para que diversas teorias surjam, antes que o jogo chegue ao final.

Irá Wei Shen se render ao crime? Permanecerá ele fiel à polícia? Tudo isto, pelo menos até o ponto onde estou, permanece um mistério. O sistema moral do jogo também é muito interessante. O “Face Meter” está sempre ali, inclusive restringindo, dependendo de seu nível, o acesso a carros e roupas melhores. E uma simples roupa pode ser muito mais útil do que você pensa, às vezes.

Somos punidos ou gratificados conforme aquilo que fazemos de uma maneira muito interessante, mas nem sempre assassinar um inocente, vale lembrar (mesmo que sem querer) gera resultados negativos. É muito interessante a maneira como Sleeping Dogs trata acidentes de trânsito, por falar nisso. Atropele um civil, pare seu carro e observe o socorro chegando. É infalível (dependendo da situação, é claro).

Dentre os diversos minigames presentes em Sleeping Dogs, temos cofres que devem ser abertos, câmeras que devem ser “hackeadas”, pessoas cuja localização deve ser rastreada, lockpicking e karaokê. Temos missões primárias e missões secundárias. Temos vários outros tipos de atividades, tão ou mais interessantes.

Game Sleeping Dogs

Podemos cobrar picaretas, participar de diversas missões “Drug Bust”, durante as quais temos de lutar contra traficantes, “hackear” uma câmera e então, na segurança de nosso apartamento, acessá-la, identificar o fornecedor e solicitar sua prisão. Podemos também receber convites de bandidos em fuga, para dirigirmos um carro em alta velocidade com a polícia em nosso encalço.

Podemos, aliás, realizar favores para diversas pessoas espalhadas por Hong Kong, e estes favores podem incluir até mesmo pequenas provocações (como forma de distração) contra a polícia, esta mesma polícia do lado da qual, tudo indica, o personagem principal luta. Wei Shen também pode passar com êxito em um certo teste proposto por um subordinado de Winston Chu. Um teste que, aliás, segundo suas próprias palavras, é o único capaz de provar que alguém não é um policial.

Tudo isto deixa bem claro que, aqui, a linha que separa o bem do mal, os “mocinhos” dos “bandidos”, é bem tênue, e talvez só poderá ser claramente visualizada ou compreendida no final do jogo. Por falar neste teste, o qual também oferece ao jogador a oportunidade de bons combates corpo a corpo, é importante mencionar as lutas, em Sleeping Dogs. Lutar, aliás, é um dos aspectos mais interessantes do jogo da United Front Games.

O foco nos combates corpo a corpo é tão grande que em grande parte das missões você estará desarmado. A importância de dominar os controles e aprender a lutar com um mínimo de cuidado e habilidade é grande. Em grande parte das missões você terá de lutar para sobreviver armado apenas com seus punhos ou no máximo uma barra de ferro ou uma faca.

O sistema de combates do jogo é sensacional, e diversos golpes podem ser aprendidos através de lições com seu antigo professor de Kung-Fu. Quebrar pernas e braços é uma constante, durante as lutas, e não se surpreenda se, após derrotar alguns mafiosos com extrema violência, o resto do bando fugir morrendo de medo.

Game Sleeping Dogs

Cada missão pode render pontos para sua “Cop experience”, sua “Triad experience” e também para seu “Face meter”; o “Face meter” também afeta o desempenho de Wei Shen durante cada combate, vale lembrar. Você ganha dinheiro, é claro, e também ganha alguns presentes, como roupas, por exemplo. Existem lojas de roupas e de carros espalhadas pelo mapa inteiro, e existem roupas e acessórios que fornecem bônus de XP. É sempre bom ficar de olho neste tipo de coisa.

Acima da lei? Dentro da lei? Não sei se podemos dizer que o protagonista se encontra ou age acima da lei ou dentro da lei. Aliás, não tenho certeza de qual o enquadramento correto para o policial. Mas percebemos claramente que Shen está sob pressão. Enorme pressão. Ele tem, acima de tudo, de sobreviver, de manter seu disfarce. E alguns de seus superiores parecem não entender esta necessidade básica, a qual muitas vezes pode bater de frente com a lei, dadas as circunstâncias. Não são raras as ocasiões, falando nisso, em que ele age motivado por grande raiva, principalmente quando grupos rivais causam problemas à Water Street Gang.

Para quem, como eu, adora passear em jogos de mundo aberto, veículos dos mais diversos tipos e tamanhos estão à disposição. Você pode pagar por eles e adicioná-los às suas garagens ou pode simplesmente roubá-los. Sleeping Dogs é um grande jogo. Se você adora parques de diversão virtuais, fique bem ciente de que este aqui poderá fazer com que você se esqueça do tempo. Não é à toa que o jogo ainda se encontra entre os mais vendidos no Reino Unido. Agora ele está em segundo lugar, valendo lembrar que seu lançamento ocorreu em 14 de Agosto de 2012.

Já disseram que este título não é gigante. Não como um GTA, por exemplo. Mas também disseram que ele possui o tamanho certo. Levando-se em consideração que isto tudo é muito relativo quando se trata de jogos de mundo aberto, ainda quero ver para crer.

Poderá gostar também

6 Comments

  1. Parece bom, mesmo. Mas quero adiantar com a minha fila entalada antes de comprar franquias novas. Tem Deus Ex: Human Revolution, tem Alan Wake, tem L.A. Noire, tem The Walking Dead… enfim, já viu, né? :D

    Reply
    • @Marcio Neves Machado – RJ/RJ,

      É muito bom. Nossa, só jogão na fila. Por falar no Deus Ex: Human Revolution, vai se preparando, porque é longo e difícil…rsrsrs L.A. Noire é sensacional, também.

      Reply
  2. Não vou nem instalar a demo, que já baixei, para não correr o risco de comprar o jogo agora.

    Reply
    • @Hideki T,

      Olha, Hideki, considerando esse seu medo, então, é melhor nem pensar em instalar a demo. É compra certa, se você gostar do estilo. Jogo simplesmente fantástico. A demo deve com certeza fazer com que muita gente compre o jogo sem pensar…rsrsrs

      Reply
  3. Instalei a demo e fiquei maluco. O Marcos parece que está numa cruzada pra me convencer a comprar agora! Calma, só no final do ano! uehueheuheuh

    Reply
    • @Erick Mendonça,

      Sério mesmo? Puxa, cara, é que eu estou muito empolgado com o Sleeping Dogs. Viu o sistema de combates que fantástico?

      Falando nisso, está com 25% de desconto no Get Games, e o Green Man Gaming também tem lá um cupom de desconto, oferecendo 25%. E o jogo é ativável no Steam…hehehehehe

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Sleeping Dogs: pegando carros "emprestados" em alta velocidade - [...] Bem, Sleeping Dogs é um jogo fora de série, e como todo bom sandbox, também deixa que o jogador brinque …
  2. Em tempo: United Front comenta sobre o sucesso de Sleeping Dogs - [...] Nele não existe “mata-mata online” nem tampouco  modo cooperativo. Trata-se de uma experiência solo que pode ser apreciada de …
  3. Não perca! Concorra a 5 Steam keys para o jogo Sleeping Dogs - [...] Dogs é um jogo onde temos muita liberdade, e ele está fazendo um sucesso estrondoso e muito merecido. Nele, podemos “perder” …
  4. Entrevista com Dan Sochan, produtor de Sleeping Dogs - [...] continha as respostas às minhas perguntas, as quais foram respondidas por Dan Sochan, produtor de Sleeping Dogs. Agradeço bastante ao …
  5. 5 jogos para encerrar 2012 com chave de ouro - [...] no XboxPlus: Não (alguns textos e vídeos de gameplay: 1, 2) – Entrevista com o [...]

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>