Essa história toda envolvendo a Sony, o Playstation 3, o GeoHot, o destravamento do console, etc, já cansou, não é? A Sony está processando o GeoHot, este está arrecadando doações para contratar advogados, e a gigante japonesa começou a banir consoles destravados da PSN, algo muito similar ao que a Microsoft faz, banindo Xbox 360 desbloqueados da Xbox Live. O problema é que alguns hackers criaram um jailbreak que permite, além do “desbanimento” da conta pelo próprio usuário, o banimento de outras contas (qualquer uma, desde que o usuário tenha em mãos o console ID desejado).

Ou seja, é a deixa para que qualquer pessoa má intencionada e em posse de tal ferramenta e do ID de qualquer console cause danos e muita raiva a usuários que andam na linha, com seus consoles bloqueados, etc. De qualquer forma, uma “fonte anônima” afirmou que a Sony já está trabalhando em um novo Playstation 3. Um PS3 à prova de hackers. É, a Sony está mesmo preocupada, e não é para menos. Em pouco tempo o console que era o único no mercado resistente à pirataria virou, de certa forma, um brinquedo nas mãos dos hackers.

O novo Playstation 3 (ainda sem data de lançamento definida), possuirá o mesmo design do modelo Slim e virá com um HD de 300 GB. Ele será lançado com o preço oficial de US$ 300,00 e virá com o tal sistema “anti-hacking”. A única boa notícia que consegui enxergar nisto tudo é o fato de que os atuais modelos sofrerão uma redução de preço, visando “queimar o estoque” e abrir caminho para o novo PS3 “blindado”.

Tenho cá minhas dúvidas a respeito deste novo Playstation 3 à prova de hackers, principalmente porque, como sabemos, é questão de tempo até que qualquer sistema de segurança, hoje em dia, por mais poderoso e inteligente que seja, seja quebrado. É claro que sou contra a pirataria, e adoraria se este novo console da Sony fosse realmente à prova de destravamentos.

Mas acho que tudo isto acaba funcionando mais como um desafio aos hackers. É óbvio que eles vão tentar quebrar o novo sistema de proteção. Se eles conseguirão ou não, só o tempo nos dirá. Mas ninguém pode negar o fato de que a Sony demorou muito tempo para agir de forma a proteger seus clientes/usuários. Aliás, até agora não vi nenhuma ação concreta neste sentido por parte da mesma, e um simples e hipotético anúncio de um futuro console com um novo sistema anti-pirataria não ajuda em nada a deixar os usuários mais calmos. Afinal, pelo que dizem algumas pessoas, os banimentos realizados pela Sony não são lá muito seguros, e o jailbreak acima mencionado representa um risco e tanto aos donos de um PS3.

Vamos lá, Sony. Menos advogados e mais cuidado para com o cliente. Menos falatório e mais ação.

(Via: IGN)

Pin It on Pinterest