Spec Ops: The Line

Há alguns dias atrás baixei a demo de Spec Ops: The Line, da Yager/2K Games, e confesso que o jogo me deixou bem interessado. O título será lançado em 26 de Junho de 2012, e chegará ao Brasil no dia 10 de julho. Serão lançadas por aqui todas as versões do jogo: Xbox 360, Playstation 3 e PC.

O preço sugerido é de R$ 179,90 (versões para os consoles da Microsoft e da Sony) e R$ 79,90 (versão para PC). Vale lembrar também que no Brasil sua distribuição será realizada pela Ecogames, e teremos no mercado a versão Premium, a qual contém uma série de itens in-game exclusivos (como por exemplo dobro de ganho de experiência durante duas semanas).

Spec Ops: The Line é um jogo muito interessante, e cheguei a gravar inclusive um vídeo de gameplay de sua demo (versão PC), o qual publiquei em nosso novo canal no Youtube (o antigo continuará sendo utilizado, também). A ação acontece em Dubai, cidade que foi devastada por uma tempestade de areia de proporções monstruosas.

Os gráficos do jogo, inclusive, refletem esta situação, e em muitos momentos o brilho intenso do sol e os ambientes extremamente repletos de areia chegam a causar uma certa confusão (muito bem vinda e dentro da proposta do jogo, é claro). É bem interessante, também, o fato de que o jogador controla um esquadrão de 3 soldados.

Na pele do capitão Martin Walker, somos capazes de ordenar, por exemplo, que os outros dois membros da equipe nos cubram ou até mesmo deem cabo de algum inimigo “difícil” (um dos soldados conta com um rifle de precisão, aliás). Spec Ops: The Line é um jogo de tiro em terceira pessoa, e não posso negar que adoro este tipo de jogo.

O sistema de cobertura funciona muito bem, e mesmo que eu aprecie, de vez em quando, algum título mais “puro”, digamos, é inegável o quão divertido é jogar um TPS, no qual contamos com diversos recursos para nos protegermos e até mesmo para, indiretamente, acabarmos com os inimigos.

A situação que o jogo exibe em Dubai é terrível. Pessoas foram soterradas vivas e inclusive muitos militares norte-americanos morreram quando tentavam evacuar o local. Um misterioso sinal de rádio aparece, e a equipe delta Recon é enviada, então, para se infiltrar na cidade, na qual encontra um grande conflito em andamento.

Achei a IA do jogo muito bacana, também. Os outros membros da equipe realmente ajudam bastante, mesmo quando nenhuma ordem lhes é dada. Tempestades de areia também são uma das preocupações que devem estar sempre na mente do capitão Martin Walker. A Ecogames também divulgou os requisitos mínimos para Spec Ops: The Line no PC. Dê uma olhada:

  • Processador: Intel Core 2 Duo / AMD Athlon 64 X2;
  • Memória RAM: 2 GB;
  • Memória de vídeo: 256 MB;
  • Placa de vídeo: NVIDIA 7900 GS / ATI HD 2600 XT;
  • Direct3D: Sim;
  • Versão do DirectX: 9.0c;
  • Sistemas Operacionas: Windows XP, Windows Vista e Windows 7;
  • Espaço em disco: 6 GB;

Abaixo vocês podem conferir o vídeo de gameplay que gravei, o qual foi publicado em nosso novo canal, conforme disse acima. Deixarei este novo canal para a publicação de vídeos comentados e reviews (futuramente), vídeos de gameplay e materiais similares. Peço desculpas por algumas quedas no framerate, aliás.

A máquina que utilizei possui uma configuração acima da recomendada para o jogo, mas o grande vilão da história é o aplicativo FRAPS. Não sei por que (nem mesmo os desenvolvedores sabem dizer, em alguns casos), mas este aplicativo possui problemas com alguns jogos, e causa quedas absurdas no desempenho. Estou à procura de alguma outra solução, aliás.

Bem, fiquem com o vídeo. Espero que gostem:

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest