Não que eu me interesse muito pelos títulos da Stardock, como Elemental: War of Magic, por exemplo, nem tampouco pelo próprio Impulse Driven, serviço de distribuição digital de games que foi vendido pela publisher e desenvolvedora responsável por Sins of a Solar Empire: Trinity (este sim, um ótimo jogo), por exemplo, para a GameStop. O fato é que, depois das palavras abaixo, é fácil entender que conflitos, medos, desconfiança e brigas são comuns no mercado de games como um todo, independente do nível de atuação da empresa.

Com a venda de nossa anterior tecnologia de download para PCs para a GameStop no começo deste ano, nós não temos mais quaisquer conflitos de interesse em oferecer nossos títulos a outros canais de distribuição digital. Estamos iniciando com Sins of a Solar Empire: Trinity, com outros títulos sendo disponibilizados ao longo das próximas semanas“, disse Brad Wardell, CEO da Stardock.

Aliás, fico aqui me perguntando quais os títulos mais importantes desenvolvidos e/ou publicados pela Stardock, empresa que também possui uma linha de softwares que conta com alguns produtos voltados para modificar alguns aspectos visuais do Windows, por exemplo. Elemental: War of Magic sofreu diversos problemas, por exemplo. Demigod, da Gas Powered Games, também é bacana. Mas…

Não sei. Parece que a Stardock fez o caminho inverso da EA. Talvez ela tenha sido capaz disto devido ao fato de não ser uma gigante como a Electronic Arts. É bacana contarmos com mais jogos no Steam, é claro. Mas e você, o que pensa disto?

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest