Steam Box: surgem mais detalhes sobre o console da Valve

Steam Box Piston

Após tantos rumores, finalmente surgem mais detalhes sobre o console da Valve, o tal Steam Box. O codename do equipamento é Piston, aliás, e ele está sendo desenvolvido em uma espécie de parceria com a Xi3. Na verdade, a Xi3 recebeu um investimento da Valve para o desenvolvimento do hardware, e o Piston deve estar fazendo muito barulho durante a CES 2013, no estande de ambas as empresas.

Jason A. Sullivan, CEO da Xi3, menciona o fato de que o produto permitirá que os jogadores utilizem suas TVs de alta definição, em uma clara referência ao Steam Big Picture. O acesso à enorme biblioteca de jogos do Steam também é mencionado pelo executivo, e creio que já podemos ter certeza de que o Steam Box, ou Piston, será um equipamento totalmente integrado ao serviço de distribuição digital de Gabe Newell.

Fala-se em um um equipamento que mais se parece com um computador, aliás. Uma espécie de mini-PC. Upgrades de CPU e memória RAM serão possíveis, e a Xi3 menciona que o Piston poderá contar com até 1 TB de armazenamento interno. Informações relativas ao preço do console ainda não foram divulgadas, embora tenha sido mencionado que o Steam Box será baseado no computador X7A fabricado pela Xi3, o qual custa cerca de mil dólares. Também existe o X5A, o qual custa US$ 499,00 e roda Linux. Seria este o modelo tomado como exemplo?

O Piston, ou Steam Box, é uma máquina otimizada com o Steam em mente. O aparelho conta com um processador quad-core da AMD, possui chassi de alumínio e consome pouca energia. É claro que maiores detalhes devem ser divulgados em breve, principalmente devido ao hype que cerca isto tudo. Muita gente (eu incluso) adoraria um console da Valve, totalmente integrado ao Steam e com acesso direto a todo o catálogo da loja e às suas promoções.

Tudo isto coloca ainda mais lenha naquela fogueira que tanta gente adora manter acesa. Estariam os consoles “normais”, aqueles desenvolvidos pelas fabricantes tradicionais que todos conhecemos, caminhando rumo a seu fim? Se unirmos todas estas informações com os recentes anúncios do console unu e do console da NVIDIA, a situação fica ainda mais interessante. O Steam Box, por exemplo, não será um console de verdade.

Pelo menos, ele não será um console tradicional. Podemos até mesmo pensarmos nele como outra coisa qualquer, menos como um simples console. Problemas que os consoles tradicionais sofrem com o decorrer do tempo, como hardware ultrapassado, por exemplo, são aqui eliminados (pelo menos em partes), uma vez que a placa mãe do Piston permitirá a troca de alguns componentes. Nada impedirá que os proprietários da máquina a atualizem, portanto.

O futuro parece bastante promissor no que diz respeito aos jogos para PC, plataformas móveis e até mesmo plataformas híbridas. E você, o que pensa disto tudo?

Poderá gostar também

29 Comments

  1. necessito de comprar esse mini-pa(se encaixa nessa categoria?), urgentemente, vai ser perfeito pra mim, principalmente por ser portátil, viajar e nunca deixar de ter seus jogos favoritos u.u

    Reply
    • @matheus,

      Olha Matheus, parece muito interessante mesmo. Mas estava até conversando com um amigo ontem, sobre o hardware, e estou aguardado por mais informações a respeito. Mencionaram upgrades de CPU e RAM. Mas e a GPU? Acho que eles vão ter que “rebolar” bastante, também, pra tornar a coisa toda atraente pra quem já possui um bom PC pra jogos. 🙂

      Reply
  2. Ouya, Steam Box, Orbis e Durango, 2013 promete.

    Reply
    • @Hideki T,

      Verdade. E tem um novo da Razer, a respeito do qual devo publicar hoje ainda…hehehehe 🙂

      Reply
  3. Sei não, sei não. Pelo que andei lendo por aí, não estou com muitas expectativas para isso aí, ainda:
    – O hardware é só “mediano”. Para algo voltado para os “gamers”, a performance dele parece que deixaria a desejar, supostamente
    – Estão reclamando que o valor pode ser caro demais, $999, o que para um americano é um valor caríssimo para um computador. Dá para montar coisa com melhor performance por menos, lá
    – Além disso tudo, ainda dizem que será um hardware voltado para uso com Linux (apesar de não ser impossível trocar para um Windows). E como bem sabemos, há uma falta considerável de jogos no Steam que rodem no Linux. Enquanto não tiver uma Ubisoft ou Activision portando seus jogos para Linux e lançando no Steam, será uma proposta de nicho CARA para um punhado de jogos SIMPLES (os indies, mais fáceis de portar) e meia dúzia de jogos “grandes” (os da própria Valve, já portados).

    Enfim, são minhas observações à respeito, até o momento

    Reply
    • @Marcio Neves Machado – RJ/RJ,

      Justamente, Marcio. Mas não tiro da cabeça que o tio Gabe Newell ainda vai aparecer com algo mirabolante…rsrsrs

      Essa questão do preço, acho que vão melhorar. Tem aquela outra hipótese dos US$ 499, também. Vamos esperar que seja por aí. E, também, tem a questão dos upgrades. GPU, etc. Sobre essa parte não falaram nada. Tomara que não seja algo capado, principalmente porque falaram em integração total com o Steam. Claro, “integração total” pode ser entendido de várias maneiras, e não significa que toda a biblioteca da loja vai rodar no equipamento.

      Reply
  4. @marcos, potencia e jogos é muito relativo, uma máquina com win consome infinitamente mais recursos que uma com linux(que parece ser o foco do steam atualmente), com relação a gpu, já temos apus de qualidade que rivalizam com gpu’s de mid-high, resta saber como eles vão administrar isso tudo, mas fiquei muito interessado mesmo em saber mais ou até comprar mesmo, principalmente pela comodidade de leva-lo em qualquer lugar sem precisar de carregar uma caixa enorme além do monitor, afinal, se ligar na tv fica de boa rs.

    Reply
    • @matheus,

      Isso é verdade, Matheus. Mas é que esse Steam Box está me parecendo, sei lá, meio que voltado a jogos não muito pesados. Ou, então, algo dedicado a fornecer uma experiência similar aos consoles no tocante aos gráficos. Claro, até podemos pensar na próxima geração, aqui. Mas, se olharmos pra GPU mencionada, fácil fácil pesquisamos e encontramos outras muito mais poderosas e até mesmo baratas. O mesmo se pode dizer de uma máquina com esse processador e uma GPU melhor. Acho que a questão aqui é, realmente, saber o que a Valve quer, na verdade. Falando em consoles, o próprio Big Picture passa essa impressão de estarmos em um console. Claro, são apenas suposições, e eu torço para que o Piston seja muito, muito atraente, e que a gente possa compra-lo por aqui, também (sonho). 🙂

      Reply
  5. pode até ser, mas eu sei que meu ps3 acabou de chegar rsrsrrs
    mas tomara que rode games pesados

    Reply
  6. aham, presente da minha prima que foi pros eua, esse mini-pc já roda crysis 3 se for no linux programado para jogos, pois ps3 e 360 são o equivalente a um positivo…..

    Reply
    • @matheus,

      Poxa, eu queria ganhar um presentão assim, viu…hehehe E aí, já tem bons jogos pra ele na fila? 🙂

      Reply
  7. ela mandou infamous, just cause 2 e nfsHP 2010, os outros n~~ao me chamaram atenç~~ao por serem educativos e de esportes exceto o ghostbusters que ainda não joguei

    Reply
    • @matheus,

      Opa, Infamous. Está aí um jogo que tenho muita vontade de jogar. Já o Just Cause 2 é ótimo, Matheus. 🙂

      Reply
  8. infamous é show mesmo, estou adorando ele, just cause eu só comecei ele, vou fazer o infamous primeiro, e os dois finais, bem e mals, agora eu tenho que destravar o ps3, a duvida é, qual a vantagem e desvantagem, se o meu for pelo soft eu faço sem dó, mas não farei pelo hard pq não tenho alguem em que confie pra fazer isso.

    Reply
  9. o final do infamous é show e extremamente envolvente e difícil, mesmo quem joga no fácil encontrará muitas dificuldades(ou pode ser eu que não jogo em console muito)…. já o just cause estou gostando muito, mas sinto falta de mouse e teclado pra meus headshots…..

    Reply
    • @matheus,

      Imagino. Ah, é. Jogar com mouse e teclado tem muitas vantagens nesse tipo de jogo.

      Reply
  10. muita mesmo, mas o que me incomoda é não poder jogar na dificuldade máxima por falta de precisão nos tiros

    Reply
    • @matheus

      Aí sem chance…hehehehe Principalmente quando um monte de guardas do Baby Panay te cercam. Snipers em torres, guardas no chão, veículos, etc…hehehe

      Reply
  11. aham, no normal eu já apanho de .50, as vezes eu prefiro sair like a tarzan do que andar de carro por ai

    Reply
    • @matheus,

      Hahahahaha… E voar? Já pegou um helicóptero armado e saiu “distribuindo o caos” pela ilha? rsrsrsrs

      Reply
  12. ainda não, estou mais focado no mapa do game que estou fazendo.

    Reply
  13. pra aulas uso o de 8x8Km²
    mas pro game mesmo é 64×64

    Reply
  14. foi malz, inseri no topico errado :s

    Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Razer lança o Edge, poderoso tablet gamer (ex-Project Fiona) - [...] a respeito de novos consoles. O Project SHIELD da NVIDIA, o unu e até mesmo o tão falado Steam Box,…
  2. Valve lança Steam para Linux oficialmente - [...] Além disso, o Big Picture também faz parte da novidade, e não podemos nos esquecer do tal Steam Box:…

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest