Steam Greenlight

A Valve vive criando novidades sensacionais que tornam a sua plataforma de jogos eletrônicos para PC, o Steam, ainda mais atraente. E agora ficamos sabendo do Steam Greenlight, o qual será lançado em 30 de agosto de 2012, e parece ser algo muito promissor. Trata-se de uma plataforma através da qual a comunidade de jogadores, trocando em miúdos, escolherá alguns dos próximos jogos a serem lançados.

Desenvolvedores e publishers poderão divulgar notícias, informações, trailers e imagens de seus projetos, de maneira tal a convencer os jogadores. Os jogadores, então, poderão fornecer o devido feedback e, de certa forma, escolher quais serão os próximos lançamentos (dentre os submetidos ao sistema, é claro), utilizando algo muito similar ao Steam Workshop.

Uma votação para publicar ou não publicar um título é divertida. Muitas vezes as opiniões variam, e nossa comissão interna fica em dúvida antes de tomar uma decisão. Mas com a introdução do Steam Workshop nós percebemos uma oportunidade de conseguir o apoio da comunidade conforme analisamos títulos e, esperançosamente, aumentar o volume e a qualidade de submissões criativas“, disse Anna Sweet, da Valve.

Claro, a Valve também espera vender mais e lucrar mais. Mas quem pode culpá-la? Principalmente se trabalhos diferentes e criativos forem submetidos e lançados? Além disso, o fato da comunidade de usuários do Steam ajudar a decidir quais jogos serão publicados ou não, através do Steam Greenlight, poderá ser algo muito bacana. Teremos aí uma comunidade bem interessante, jogadores serão dela parte importantíssima, e desenvolvedores (pelo menos os pequenos) terão de se esforçar bastante. Muito provavelmente teremos jogos que jamais veríamos até mesmo no Kickstarter.

A Valve está mirando, neste caso, nos “indie games”. Estúdios e desenvolvedores independentes serão muito beneficiados pelo Steam Greenlight, iniciativa que ajudará a fortalecer ainda mais o mercado de jogos para PC, plataforma principal dos jogos independentes, aliás. Desenvolvedores poderão submeter seus projetos ao Greenlight e então se esforçarem para que este caia nas graças de quem realmente importa: o usuário final, o jogador.

Além disso, o sistema como um todo terá por objetivo satisfazer o usuário. Pelo menos, isto é o que eu entendi quando li a seguinte frase, constante na página do mesmo:

“Estamos mais interessados em encontrar os jogos que as pessoas querem, não exigindo que eles sempre atinjam um número específico de votos”.

Vamos aguardar. Fico curioso para saber qual será o primeiro indie game lançado através do Steam Greenlight. Tal título certamente venderá bastante e fará um grande sucesso, pois será apresentado e lançado dentro da maior plataforma de distribuição digital de games para PC da atualidade.

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest