Do mesmo criador de Counter-Strike, Tactical Intervention está com os dias contados

Tactical Intervention

Você já ouviu falar do Tactical Intervention? É bem provável que não. O MMOFPS, que baseou praticamente toda a sua publicidade em cima do fato de que foi desenvolvido por Minh ‘Gooseman’ Le, co-criador do lendário Counter-Strike, está pendurando as chuteiras menos de três meses depois do seu lançamento oficial. A publisher OGPlanet anunciou no final da semana passada na página oficial do jogo que desligará todos os servidores hoje, dia 10 de junho.

O motivo seria a baixa popularidade do jogo e a falta de atividade da comunidade, segundo o comunicado. Jogadores que compraram itens in-game antes do dia 28 de março serão reembolsados.

O shooter, que seria uma pura cópia de Counter-Strike se não fosse pela introdução de um modo de jogo que coloca os jogadores numa frenética perseguição de carro, teve seu desenvolvimento encabeçado por Mihn ‘Gooseman’ Le e seus colegas do estúdio FIX Korea. A OGPlanet, que rompeu o contrato, havia assumido a publicação do título e a manutenção dos servidores.

Vale ressaltar que a decisão envolve apenas o lado operacional do jogo, já que a OGPlanet deixará de manter os servidores de pé. Nada impede, por exemplo, que outra publisher assuma as operações e traga o título de volta à ativa — o que é improvável, dada a situação crítica atual. No final das contas, tudo indica que Tactical Intervention deixará mesmo de existir, jogando na lixeira o trabalho da FIX Korea.

Em desenvolvimento há mais de quatro anos, Tactical Intervention iniciou suas operações em maio de 2010, ainda em closed beta. Entretanto, foi só na Game Developers Conference de 2012 que o jogo chamou a atenção, quando foi apresentado ao mundo pelo próprio Gooseman. Entretanto, a expectativa não foi correspondida e o jogo se afundou no meio de suas próprias ambições.

Destroçado pela crítica, devido aos visuais toscos, mecânica datada e nenhum diferencial capaz de colocá-lo em pé de igualdade com os outros shooters do mercado, essa notícia era apenas uma questão de tempo, infelizmente.

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest