shutterVocê joga no PC e sempre teve vontade de testar o Kinect no Windows? Ou, por exemplo, sente que sensores de movimento podem também ser utilizados em jogos mais complexos e/ou de uma maneira mais “hardcore”, permitindo que o usuário vá além de simples comandos de voz em jogos não casuais? Bem, a Texas Instruments está trabalhando em conjunto com a SoftKinetic, e o resultado desta parceria pode ser bem interessante para PC gamers em geral.

A Texas Instruments foi fundada há mais de 80 anos atrás, e trabalha com gerenciamento de energia, cloud computing e soluções para segurança e saúde, dentre outras áreas. Isto sem falar em sua grande importância na área de semicondutores, computação em geral e eletrônica. Já a SoftKinetic lida com plataformas para reconhecimento de gestos, sensores 3D e similares, e suas tecnologias são utilizadas em diversas áreas, incluindo entretenimento e saúde. Ou seja, temos aqui uma união muito interessante.

A intenção das duas empresas é fazer com que o controle através de gestos cresça de maneira significativa em TVs, PCs e diversos outros tipos de equipamentos, incluindo aqui a utilização industrial. A TI demonstrará muita coisa bacana e relacionada durante a Consumer Electronics Show (CES) 2013, falando nisso. Isto inclui um novo produto, o Time of Flight (ToF).

O ToF é um produto bem interessante. Ele utiliza tecnologia da SoftKinetic (DepthSense e o middleware  iisu), e permitirá o rastreamento de movimentos dos dedos, das mãos e também do corpo inteiro. O chipset da Texas Instruments poderá ser utilizado em notebooks, PCs, Smart TVs e diversos outros equipamentos. A utilização da tecnologia em games, é claro, faz parte do objetivo das duas empresas.

Existe uma infinidade de aplicações que podem se beneficiar da precisão e da resolução desta tecnologia. Imagine um designer inclinando, girando, comprimindo e expandindo um novo produto, em 3D, para inspecioná-lo e avaliá-lo no PC antes de criar um protótipo. Acreditamos que a nossa colaboração com a SoftKinetic fará com que surjam mais aplicações como esta, promoverá a inovação tecnológica e simplificará a maneira como interagimos com as máquinas“, disse Gaurang Shah, vice-presidente de produtos de áudio e imagem da Texas Instruments.

As duas empresas também citam o fato de que as atuais soluções de reconhecimento de gestos falham no rastreamento em tempo real e também na sensibilidade. Estes são problemas que o Time of Flight (ToF), segundo os responsáveis pelo projeto, resolverá. Altíssima precisão no rastreamento de gestos (até mesmo de pequenos movimentos das mãos e dos dedos) é o que prometem também, além de soluções apropriadas para diversos tipos de aplicações.

Talvez o vídeo abaixo fale bem mais do que palavras. Nele podemos ver o ToF em ação, e eu fico realmente torcendo para que algo assim dê certo. Não só isto: torço também para que uma solução melhor faça com que os desenvolvedores de jogos por ela se interessem e passem a criar títulos nos quais a utilização de tal tecnologia pelo jogador seja algo muito tentador (mas não obrigatório, é claro).

Isto sem falar no quão bacana pode ser utilizar algo assim no PC, mesmo longe de jogos eletrônicos. Obviamente, tudo será muito melhor se um produto voltado ao usuário doméstico for lançado como parte dos resultados desta parceria entre a TI e a SoftKinetic. Soluções voltadas apenas a desenvolvedores e/ou à indústria não nos servirão de nada, mas parece que não é isto o que as duas empresas têm em mente.

Enquanto isso, dê uma olhada no vídeo:

video platformvideo managementvideo solutionsvideo player

 

Pin It on Pinterest