Parece que o negócio da desenvolvedora canadense Hothead Games é mesmo a criação de jogos hilários. Deathspank é um bom exemplo disso, e Swarm, então, é outro belíssimo título que segue a mesma linha cômica e que, entretanto, conta com diversos elementos diferentes, como o controle de diversas criaturas ao mesmo tempo, em massa. Desta vez, a Hothead “ataca” com The Baconing, game disponível para PC, Xbox 360 e Playstation 3, via Steam, Xbox Live e PSN, respectivamente. Ele também está disponível na Mac App Store, vale lembrar.

The Baconing é um jogo que trás de volta o herói DeathSpank, o qual deve derrotar o vilão AntiSpank e seu enorme exército de “ciborgues do mal”. Uma das coisas que mais chamam a atenção em The Baconing, além do humor e dos belos e coloridos gráficos, é o mundo que a Hothead Games criou, chamado Spanktopia. Mundo este repleto de locais estranhos, vale lembrar. Além disso, o jogo conta com mais de 100 quests e chefes que dão muito trabalho. É claro que para descobrir muitas coisas o jogador deverá descobrir também o segredo por trás de algo chamado “Fires of Bacon”.

No início de The Baconing, Deathspank está meio entediado, e como dizem por aí que “mente vazia é oficina do diabo”, ele acaba, sem querer, criando uma espécie de versão maléfica de si mesmo, o AntiSpank que mencionei acima. Bom, as tais “tangas da virtude” também tiveram um papel bem “especial” nisto tudo. Estas são as premissas para um jogo hilário, divertido e repleto de personagens muito engraçados, também. Adoro este tipo de game, repleto de aventura, belos gráficos e dotado de muitos momentos hilários. É uma pena, aliás, que Swarm não tenha sido lançado também para PC. O jogo é fantástico, além de bem diferente.

Este tipo de jogo é fantástico para aliviar a tensão de um jogador, hoje em dia. Somos “expostos” (claro que com nossa permissão, é claro) a tanta violência e jogos que não contam com novidade alguma, que uma mudança de ares sempre é bem vinda. Não estou também aqui criticando os jogos violentos, mesmo porque o conceito de “violência nos games” é muito variável e relativo, e quase sempre leva a discussões sem fim. O próprio The Baconing pode ser considerado “inadequado” a certas audiências. O que estou querendo dizer é que jogos como estes conseguem divertir sem um maior comprometimento por parte do jogador. Sem muito envolvimento com o enredo, etc. The Baconing é um jogo para relaxar, digamos.

Bom, dê uma olhada no trailer de The Baconing:

Link para o vídeo em 720p:

http://www.youtube.com/watch?v=KH_FIeeDYrw&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest