O desenvolvimento de jogos eletrônicos pode mesmo ser um assunto espinhoso para muita gente. Pode, além disso, provocar medo em muitos, os quais então se afastam do assunto, dele correndo como o diabo foge da cruz.

Já tivemos alguns exemplos de “games para a criação de games” no passado, como por exemplo o malsucedido Kodu Game Lab. Existem outros, obviamente, e também existem alguns outros sandboxes que permitem a criação de experiências bastante personalizadas, como por exemplo Minecraft e seus enormes mundos gerados de forma procedural, sem falar na infinidade de mods para ele existentes. Existem também engines mais amigáveis, como por exemplo o GameMaker Studio e o Stencyl, além do Construct 2 (falei mais a respeito neste artigo).

The Endless Mission

Mas um novo game está chegando, e ele parece bastante interessante. “The Endless Mission” será um jogo para a criação de jogos. Um jogo em desenvolvimento pela E-Line Media, mesma empresa responsável por Never Alone.

“The Endless Mission” permitirá que o jogador crie seus próprios games. Ele também permitirá a modificação dos projetos já criados, além do compartilhamento dos mesmos, tudo isto através da engine Unity. Mas você deve estar se perguntando: e a complexidade?

Acontece que “The Endless Mission” introduzirá uma espécie de “capa” entre a engine e o usuário, através de um framework amigável que tornará tudo, segundo os desenvolvedores, bastante intuitivo e fácil. Uma ampla variedade de jogos poderá ser criada, incluindo corrida, plataforma e até mesmo estratégia em tempo real.

The Endless Mission

O jogo será também uma espécie de sandbox, e fornecerá ao jogador as ferramentas necessárias para a criação de games bastante interessantes e complexos, segundo a desenvolvedora, tudo isto através de ferramentas amigáveis e intuitivas. O processo como um todo será bastante facilitado, é o que dizem. Os recursos da engine Unity estarão à disposição do usuário, mas tudo será apresentado de forma didática, através do tal framework amigável e personalizado.

Fiquei bastante curioso com o projeto, o qual entra em fase beta no próximo mês de Setembro (a data exata ainda não foi divulgada). E para quem adora colocar a mão na massa (e possui os conhecimentos necessários), “The Endless Mission” também permitirá que o código dos games seja manipulado (isto não será obrigatório, entretanto).

Será possível tanto criar e compartilhar games quanto jogar outros criados pela comunidade. Interessante não? Fique com o último trailer do jogo:

 

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest