Eu cheguei a mencionar a possiblidade de um Homefront 2 no final de meu review de Homefront. E hoje a THQ confirmou que já existem planos para tal. A má notícia é que a Kaos Studios, empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo e também por Frontlines: Fuel of War, foi fechada pela publisher. Zach Wilson, da THQ, confirmou o fechamento do estúdio através do Twitter.

Um comunicado da publisher diz: “A THQ continua com sua estratégia de alinhar os melhores talentos da indústria com as principais franquias da empresa“. A franquia Homefront, agora, está sob a responsabilidade dos estúdios da THQ em Montreal. Opa, mas já estamos falando em uma franquia. Que bom.

Em Março, o chefão da THQ, Danny Bilson, disse ao pessoal da Kaos Studios, resumidamente, que o futuro da mesma dependeria do sucesso do jogo. O jogo não parece estar indo mal, e no começo deste mês a publisher mencionou que já havia enviado 2.6 milhões de cópias para os varejistas. Portanto, tudo isto é um tanto quanto estranho, principalmente porque a mesma THQ, através de Danny Bilson e durante a E3 2011, disse à Eurogamer que tem “alguns planos interessantes para a nova franquia de FPS“.

Bilson não forneceu maiores detalhes, mas disse que a sequência iria meio que tratar com todas as críticas feitas ao primeiro jogo da série. O chefão da THQ ainda menciona que Homefront foi, para a THQ, uma “tremenda experiência de aprendizado“. Bilson ainda diz que ama a marca Homefront, e que os problemas do primeiro título da franquia não ocorrerão mais, em uma sequência.

Se isto ocorrerá mesmo ou não, eu não sei. Mas o que vejo aqui é mais um bom estúdio sendo fechado por uma publisher que, talvez, tenha em mente apenas a redução de custos. Muito disto já foi visto antes mesmo de Homefront ser lançado, e agora creio que a THQ finalmente fez algo que já  tinha em mente há muito tempo.

De qualquer forma, é bom saber que haverá um Homefront 2 e que a publisher tem planos interessantes para a franquia. Como eu disse em meu review, Homefront e seu enredo foram, digamos, sub-utilizados. Há muito potencial ali. Vamos ver o que a THQ tem reservado para nós ou, pelo menos, aguardar por mais notícias.

(Via Eurogamer 1 e 2)

Pin It on Pinterest