Uma vida bem apressada em GRID 2

Tenho passado algum tempo jogando GRID 2, mais novo título da Codemasters e sequência de, claro, GRID, lançado em 2008 (outro ótimo título). Confesso que adoraria se a Codemasters tivesse incluído a bendita câmera do cockpit no jogo, pois assim a experiência ficaria muito mais interessante. Poderíamos pilotar com uma sensação muito maior de realismo, dentre outras coisas.

GRID 2

De qualquer forma, GRID 2 é um ótimo jogo, repleto de eventos e, claro, seguindo a tradição, dotado de belíssimos gráficos. Gravei um pequeno vídeo de gameplay, aliás, o qual segue abaixo. Obviamente, não sou nenhum expert em games de corrida, portanto, não esperem por nenhuma performance maravilhosa, e esperem, claro, por falhas.

Meu objetivo com tal vídeo é mostrar como o jogo está bonito e divertido. E, claro, também me diverti enquanto o gravava. Gravei sessões de gameplay diferentes e juntei e editei tudo em um único vídeo. Em alguns trechos do vídeo gravei o replay, utilizando a própria ferramenta inclusa no jogo, após terminar uma corrida, e em outros gravei em tempo real (explicação mais abaixo). Existem falhas, batidas, etc. Claro, sou um piloto de corrida virtual com a carteira cassada. 🙂

De qualquer forma, fica aqui o vídeo. Espero que gostem.  Aliás, na gravação deste vídeo (em tempo real) utilizei o PlayClaw, software para captura de screenshots e vídeos a respeito do qual publiquei um review recentemente. É sensacional iniciar o jogo com o PlayClaw ativo, pressionar a hotkey para o início da gravação de vídeo e perceber que não ocorreu nenhuma queda na performance do computador, de forma bastante diferente do FRAPS.

GRID 2

Quadros por segundo permanecem estáveis, não existem quedas e, enfim, é como se nada mais estivesse rodando em conjunto com o game. E GRID 2, bem, o jogo é fora de série. Desde simples corridas até eventos “pontos de controle”, passando por eventos de derrapagens e Touge, onde temos de vencer mantendo uma certa vantagem sobre os adversários.

Segue abaixo também um vídeo mais curto, com 30 segundos de duração. Este foi gravado e enviado para o Youtube através de recurso incluso no próprio jogo. Veja os dois:

Vídeo gravado com o PlayClaw:

Vídeo gravado através do próprio GRID 2:

Poderá gostar também

6 Comments

  1. “Confesso que adoraria se a Codemasters tivesse incluído a bendita câmera do cockpit no jogo, pois assim a experiência ficaria muito mais interessante” – > Somos 2, Marcos! Quando joguei o primeiro GRID, o que mais me cativou foi a câmera do cockpit e deixou o jogo figurando entre os melhores, senão o melhor jogo de corrida nesse quesito. Fiquei extremamente triste em saber que essa opção seria retirada de GRID 2 🙁

    Mas de resto, o jogo está bem bacana, apesar de me fazer lembrar muito de Need For Speed Underground (o que não é negativo, já que gosto deste também). E, pelo que vi, mantiveram circuitos definidos, não é? Confesso que não me adaptei a jogos de corrida com mapas abertos, permitindo escolher rotas diferentes. Gosto mesmo do circuito definido, ter bastante contato com os outros carros (sim, eu gosto de uma direção agressiva, hahaha).

    Sobre a câmera interna, fica a minha homenagem à ela, nesses 2 vídeos do primeiro jogo 🙂

    http://youtu.be/tDE-QrKxRik

    http://youtu.be/g53q_J-1eEo

    Reply
    • Fala Diego! 🙂

      Poxa, belo vídeo! E deu saudades da câmera interna, com certeza. Bacana a maneira como você montou o vídeo, com os comentários naquelas caixas de texto. Ficou muito bacana.

      Eu tinha até ouvido falar a respeito de um possível mod pra inserir essa opção no jogo, da câmera do cockpit, mas não acompanhei. Bem que isso poderia constar como uma opção a mais, não? E, como o primeiro GRID ainda é bonito, hein? É, os circuitos são definidos no 2, tem aqueles lá cujo percurso muda o tempo todo, mas os mapas não são abertos, como o último Most Wanted, por exemplo.

      Mas belo vídeo!

      Reply
      • Ah, que bom que não são abertos! Afinal, já temos muitos jogos que usam este recurso! 🙂

        Reply
        • Realmente. E vou te falar uma coisa: os gráficos do danado estão muito bons. Imagino como ficaria tudo com aquela câmera interna, viu…rsrs

          Reply
  2. Eu comecei a jogar o primeiro esses dias. Bem bacaninha. Mas acabei indo jogar Sonic … Transformed (nome gigante da peste!), que meu filho gosta de assistir! =D

    Reply
    • Nossa Erick. Joguei o primeiro, e é muito bom. Estava vendo um vídeo de gameplay esses dias, aliás, e como os gráficos continuam bonitos. Poxa, pegou esse novo de corrida do Sonic, então? Eu estou com ele instalado há tempos, mas jogar que é bom, nada.

      Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest