Valve anuncia a chegada de softwares ao Steam

Finalmente. O que até há algum tempo atrás para muitas pessoas não passava de um rumor, agora se tornou uma certeza. A Valve acaba de anunciar que o Steam começará a vender softwares. A primeira leva de aplicativos, aliás, será lançada em breve, e inclui títulos que abrangem “criatividade e produtividade“.

Isto, em minha opinião, é fantástico. O Steam “deixará” de ser “apenas” a maior plataforma de distribuição digital de jogos para PC, e se transformará em algo maior. Não foram divulgados os nomes das empresas nem tampouco dos primeiros softwares que serão disponibilizados, entretanto, creio que podemos aguardar por algo grande (e bacana).

Além disso, a Valve também mencionou que muitos dos títulos contarão com suporte a diversas funcionalidades Steamworks, como por exemplo atualizações automáticas, instalação extremamente simples e até mesmo a utilização do Steam Cloud. Ou seja, poderemos utilizar nosso espaço na nuvem do Steam para salvar nossos trabalhos e carregá-los conosco, para onde quer que formos, contando, é claro, com a possibilidade de também editá-los em qualquer lugar e, melhor ainda, continuar o trabalho de onde paramos, seja em viagem, seja em relação a trabalhos iniciados em casa ou no escritório, e vice-versa.

Um recurso com o qual já estamos acostumados em nossos Steam games, e que será também aplicado aos programas vendidos através do Steam. O lançamento deste novo recurso, desta nova loja, acontecerá no dia 5 de Setembro de 2012, e a Valve garante que mais títulos serão lançados, de forma constante. Aliás, desenvolvedores também poderão enviar seus aplicativos para avaliação através do Steam Greenlight. Bacana, não? Ou melhor: fantástico!

Os 40 milhões de jogadores que frequentam o Steam estão interessados em mais do que jogar games. Eles nos disseram que gostariam de ter mais de seus softwares no Steam, então, esta expansão ocorre em resposta às solicitações destes clientes“, disse Mark Richardson, da Valve.

Fico tentando imaginar que tipo de aplicativos serão lançados no dia 5 de Setembro. Teremos desenvolvedoras gigantes e famosas? Será que podemos sonhar, talvez, com aplicativos da Adobe, da Corel, etc? Temos também de ficar atentos à enorme e fantástica possibilidade de pequenos desenvolvedores começarem a vender seus programas através do Steam. Que novidades bacanas teremos? Bem, só nos resta aguardar: a Valve não entrou em detalhes a este respeito.

De qualquer forma, algo me diz que agora o Steam se fortalecerá ainda mais. A concorrência terá de correr atrás do prejuízo com muito mais rapidez, pois a partir do dia 5 de Setembro, teremos um Steam que vai além dos games. Ok, games também são software, mas a partir de Setembro o serviço de distribuição digital de Gabe Newell irá além dos jogos eletrônicos que tanto amamos. Talvez até mesmo, quem sabe, exista a oferta de aplicativos gratuitos. Vamos aguardar. E você, o que achou da novidade?

Poderá gostar também

16 Comments

  1. sinto que executivos da ea estão chorando de raiva nesse exato momento sauhsuahsuahsa

    Reply
    • @Alvaro,

      Nem me fale, Alvaro. Aliás, fico imaginando a cara deles, também. Eles, que disseram que “não esperavam um Origin melhor que o Steam em menos de 12 meses” (ou 14, mas foi algo assim – o artigo está aqui no XboxPlus…rs).

      Novidade fantástica. :)

      Reply
  2. Fantástico! Agora só precisa dar uma reformulada no visual (de novo) e integrar melhor com o sistema operacional.

    Reply
    • @Erick Mendonça,

      Você diz o visual do site ou do cliente, Erick?

      Reply
  3. Gabe já disse que não gosta de como o Windows 8 está, pelo jeito o Steam vai virar sistema operacional daqui a alguns anos.

    Reply
    • @Mateus Massa,

      Olha, nem eu gostei do que já vi do Windows 8, Mateus…rs Mas, não sei não se o Steam vai partir pra esse lado. Dependendo das empresas que forem vender suas lojas através do Steam, isso pode até ser prejudicial. Uma Adobe, por exemplo (supondo, é claro, que ela esteja no meio): duvido muito que ela iria desenvolver aplicativos para o SteamOS, como o Marcio disse.

      @Marcio Neves Machado – RJ/RJ,

      Eu também, viu. Quero ver como vai ficar o cliente. Bem capaz de surgirem modificações. Acho que eles vão ter que abrir mão dessa limitação de um jogo por vez. De repente, podemos ter de usar um editor de textos e um software gráfico, ao mesmo tempo, por exemplo. Também acho que o Steam não vai entrar na área de OSs.

      Reply
  4. Eu já tinha achado curioso quando na época que descobriram os links para essa categoria de produto no Steam Mobile, algum tempo atrás. Agora quero ver o que será que ele irá vender dessa forma, e como a nossa biblioteca ficará organizada. Será que ele vai permitir abrir mais de um aplicativo por vez, e junto com os jogos? Porque ele não nos deixa abrir dois jogos ao mesmo tempo, mesmo sendo dois jogos simples, como os da PopCap

    Reply
  5. @Mateus Massa,

    Virar sistema operacional? Só se quiser ficar sem jogos e sem aplicativos, porque tudo o que ele tem atualmente roda em plataformas existentes, Mac e principalmente o Windows. Se não houver interesse dos desenvolvedores em portar seus produtos para o SteamOS (digamos), não tem como vingar. Então, ele não tem como fugir do Windows, pelo menos não enquanto ele depender de produtos que praticamente só rodam nele

    Reply
  6. Lojas de aplicativos na internet tem um monte, o mínimo que eu espero da Steam é um catálogo com grandes produtos e promoções arrasadoras.

    Reply
    • @Hideki T,

      Acho que além de promoções arrasadoras, eles vão ganhar muita gente com toda essa integração com cloud saving, etc. Isso sem falar na enorme quantidade de jogadores que adoram o serviço e que vão preferi-lo a outras lojas, também. :)

      Reply
  7. @Marcos A.T.Silva, concordo que o cloud saving e as promoções vão fazer a diferença, além do quê, nessa época de invasões e roubos de dados, é melhor manter as informações do cartão de crédito em um lugar só.

    Como todos aqui, estou na torcida para que as grandes produtoras coloquem seus programas à venda na Steam, um Upgrade do Adobe Photoshop CS6 com 75% de desconto na promoção de Halloween ia acabar com o estoque de seriais.

    Reply
    • @Hideki T,

      Realmente. Nossa, e já imaginou um Photoshop CS6 em uma Summer Sale? Ah, acho que estamos sonhando alto demais, viu…rs

      Viu a “invasão” nas contas do Battle.net, aliás? Já troquei minha senha e estou pensando seriamente em usar um autenticador. Você está usando um? Teve problemas?

      Reply
  8. @Marcos A.T. Silva, sobre as promoções de aplicativos, acho que é só um sonho mesmo, acredito que veremos programas como Winzip, WinRAR e Fences.

    Eu utilizo o Blizzard Authenticator na versão física, um token semelhante ao utilizado nos bancos, e nunca tive problemas com isso.

    Reply
    • @Hideki T,

      Puxa, Hideki, será? Se for assim, minha esperança vai então para pequenas empresas e desenvolvedores. Vamos ver, né. :)

      Sobre o autenticador, um dia quase baixei para o iPhone, aquele aplicativo, mas desisti. Depois dessa, acho que vou começar a usar, viu. Se bem que meu D3 anda encostado…rsrsrsrs

      Reply
  9. Dependendo do preço, quem sabe né?

    Embora eu seja fã de softwares freewares, se o preço for bom e o softare for famoso eu até compro. Demorou pra Valve explorar esse mercado.

    Reply
    • @taczbr,

      Estou bem curioso a respeito. Acho que a Valve vai crescer bastante nessa área. O Steam, daqui há uns anos, talvez, será um verdadeiro “monstro”…rs

      Reply

Trackbacks/Pingbacks

  1. Valve anuncia introdução de novidades na "Steam Community" - [...] isto ligado ao Steam Greenlight e à expansão que a loja sofrerá, a partir de Setembro, quando passará também …
  2. Valve lança Steam Greenlight: 30 jogos já estão na fila - [...] pensando também se o Steam Greenlight faz parte dos planos da Valve em relação à já anunciada venda de softwares …

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>