Não quero com este post iniciar nenhuma briga entre partidários da Xbox Live e da PSN. Quero apenas expor minha opinião. Gabe Newel, da Valve, disse que a Xbox Live é um “acidente ferroviário”. Não sei bem o que ele quis dizer ao certo com estas palavras, mas me parece que ele está depreciando um serviço que, pelo menos em termos de infra-estrutura, está anos à frente da PSN.

Gabe parece se esquecer de que a Xbox Live sempre ofereceu vantagens e diferenciais aos assinantes de um serviço atrelado a um console, “oportunidade” que somente agora a Sony percebeu ser uma mina de ouro. Ganhos à parte, a Live continua tendo muito mais “tempo de estrada”, e é um serviço muito mais social, do que a PSN. Talvez por ter muito mais tempo de estrada, e muito dinheiro ter sido investido em sua manutenção e desenvolvimento, dinheiro que veio de fontes que a Sony se esqueceu que existiam.

Nada contra a PSN, muito pelo contrário. Ela pode, e vai, evoluir. Muito. Assim como a Xbox Live. Mas acho que uma frase deste tipo soa um tanto quanto estranha. Admiro a Valve como, talvez, poucas empresas no mercado de games. Admiro a Microsoft e a Xbox Live. Gosto da Sony e pretendo um dia comprar um Playstation 3. E antes que digam que estou falando a respeito de um serviço que não uso, gostaria de dizer que o que estou discutindo aqui é apenas a afirmação tendenciosa de Newel.

É claro que todos sabemos dos problemas, das restrições, dos empecilhos que a Microsoft impõe aos desenvolvedores que tentam lançarem seus games na rede online do Xbox 360. Aliás, algo que sempre me incomodou é o fato dos XBLIG’s não contarem com conquistas. Mas daí a dizer que o serviço “não presta” (para mim a afirmação de Gabe quer dizer isto), já são “outros quinhentos”.

A Microsoft tem que mudar muitas coisas? Claro! Mas a Live, nem por isto, da forma como está hoje, deixa de ser fantástica. Parece que o chefão da Valve se esqueceu de olhar para o grande todo e se focou em alguns detalhes, se esquecendo de que a PSN possui também macro e micro defeitos e qualidades.

(Via: Destructoid)

Pin It on Pinterest