Sou fascinado por jogos com temática espacial, e nos últimos dias fiquei um tanto quanto decepcionado com Deliver Us The Moon: Fortuna, tudo devido a seu final. Ou melhor, a um final inexistente.

A série X, da desenvolvedora alemã EGOSOFT, já é bem conhecida e querida por muitos amantes do gênero, desde 1999. Trata-se de jogos de exploração e simulação espacial que também contam com elementos de combate e comércio, bastante complexos e profundos.

X4: FOUNDATIONS

É claro que todos sabemos que o último capítulo da série, X Rebirth, de 2013, sofreu com uma série de bugs e problemas, e foi massacrado pela crítica e pelos jogadores. A desenvolvedora foi então, ao longo do tempo, lançando patches e mais patches, e pelo que tudo indica, hoje temos pelo menos um título divertido e jogável.

Pois bem, o novo capítulo da franquia, X4: FOUNDATIONS, será lançado no próximo dia 30 de Novembro, no Steam, e será, segundo a desenvolvedora, o maior e melhor título da mesma. Um vídeo de gameplay com 7 minutos de duração foi divulgado pela EGOSOFT, e através dele ficamos sabendo que será possível pilotarmos quase todas as naves presentes no game, desde rápidas naves de batalha até grandes cruzadores, algo que por si só já é capaz de deixar os fãs em polvorosa. Em grandes naves, o jogador poderá inclusive deixar seu assento e caminhar pela ponte, dando ordens à sua equipe, vale ressaltar.

Além disso, será possível desembarcarmos de nossas naves e caminharmos por diversas estações espaciais, algo que Elite Dangerous, por exemplo, ainda não permite. Isto abrirá uma série de possibilidades, obviamente, pois o jogo também dará grande ênfase ao comércio.

O jogo, além disso, não contará com uma história propriamente dita. Ao invés disso, o enredo se desenvolverá de forma procedural, conforme o jogador explora, interage, combate e realiza transações as mais diversas.

Os gráficos do jogo, pelos trailers divulgados, estão lindíssimos, e a desenvolvedora também destaca o fato de que para jogar X4: FOUNDATIONS não será necessário ter jogado nenhum jogo anterior da franquia.

X4: FOUNDATIONS na verdade será um grande sandbox, com um universo enorme apenas esperando para ser explorado, com diversas facções e raças, cada uma com suas respectivas motivações, e também com oportunidades aos montes para que o jogador crie sua própria história.

X4: FOUNDATIONS

Também será possível abraçar a vida de pirata, veja bem, e lidar com todos os resultados daí provenientes (positivos e negativos). O comércio continuará forte na série, porém X4: FOUNDATIONS não obrigará o jogador a seguir por esta linha de jogo, uma vez que serão muitas as oportunidades para enriquecer.

O jogador também poderá criar sua própria frota, através da qual poderá interagir com uma série de eventos e até se manter fora de combate, deixando todo este trabalho “sujo” por conta de seus comandados.

O lado criativo continua firme em X4: FOUNDATIONS. Ele foi aprimorado, aliás, sendo que a EGOSOFT menciona que será possível construirmos naves, estações espaciais e estaleiros espaciais com visualização em 3D. Isto para que possamos criar nosso império galático e, quem sabe, influenciarmos a balança no que diz respeito à interação entre as diferentes facções presentes no jogo.

X4: FOUNDATIONS

Mineração também será possível, vale ressaltar, mas não obrigatória diretamente. Poderemos contratar outras facções para realizarem este trabalho ou então poderemos optar por enviar membros de nossa equipe. Desta forma, manteremos a nós mesmos como senhores de nosso império, quase intocáveis (o que pode tirar um pouco a graça do jogo, é claro).

Só espero que tudo isso não se mostre mais um pacote decepcionante, como o foi X Rebirth. De qualquer forma, fique com mais um trailer do game:

Pin It on Pinterest