Warhammer 40,000: Space Marine será lançado em 06 de Setembro de 2011, para PC,  Xbox 360 e Playstation 3. Sua demo foi lançada para PC e para os consoles da Sony e da Microsoft. Ela nos apresenta duas missões, uma mais simples, digamos, e outra onde utilizamos uma espécie de jetpack. Confesso que não sou nenhum especialista na franquia nem tampouco no universo Warhammer, mas em minha opinião a Relic Entertainment realizou um belíssimo trabalho neste título. Pelo menos, pelo que se pode conferir através da demo.

Baixei a demo do jogo para PC, disponível no Steam, a qual possui cerca de 2GB. Trata-se de um game que não possui nenhum elemento de um RTS, e nos apresenta um gameplay  muito frenético, violento e um pouco semelhante a Gears of War. Não existe, entretanto, nenhum sistema de cobertura em Warhammer 40,000: Space Marine. O protagonista do título é o Capitão Titus, um personagem grandalhão que, juntamente com seus dois outros companheiros, promovem muita pancadaria e tiroteios em meio a hordas enormes de orcs.

Titus conta com uma moto-serra, a princípio, e ela é muito útil quando você se encontra cercado por inimigos. O som da arma e o espetáculo sangrento que a mesma provoca é realmente de “encher os olhos”. Mais adiante na demo, Titus acaba conseguindo um machado bem poderoso, e com ele também pode partir para o “mano a mano” sem medo. O esquema de escolha das armas é similar ao de Gears of War (pelo menos jogando-se com o joystiq do Xbox 360), onde utilizamos o d-pad, o qual fornece acesso direto a cada uma delas.

Podemos também utilizar granadas e até mesmo atirar em explosivos dispostos no cenário quando os orcs estão se aproximando, para provocar uma bela desgraça (para eles, é claro). A demo de Warhammer 40,000: Space Marine nos mostra gráficos muito bonitos e ambientes bem interessantes. Alguns elementos do cenário primam pela grandeza, e os próprios personagens, grandalhões, não parecem deslocados em meio a tudo aquilo.

Os personagens se movimentam de forma bem fluida, e não faltam momentos para combates melee. Um medidor indica o seu nível de “Fury”, e quando ele se enche, o protagonista pode realizar ataques verdadeiramente devastadores. Ver-se cercado de orcs por todos os lados provoca não medo, mas sim diversão e empolgação. Acionar a moto-serra e girar o corpo loucamente com ela em funcionamento é muito bacana (não para os orcs, é claro), e rende ao jogador um visual extremamente… vermelho, digamos.

Dada a loucura dos combates, juntamente com a enorme quantidade de inimigos que sempre aparecem, não é difícil observar sua energia vital se esvair bem rapidamente. Procurar abrigo nestes momentos, e até mesmo fugir de um inimigo maior para recuperar as forças, não é vergonha alguma. Muito pelo contrário: é essencial. Em Warhammer 40,000: Space Marine também é possível executar “finalizações” nos inimigos moribundos, quando a indicação para isto aparece sobre o mesmo.

Pelo que pude conferir na demo, Warhammer 40,000: Space Marine vai ser um grande jogo. A perspectiva em terceira pessoa é muito bem vinda, e a jogabilidade sensacional, aliada à facilidade de se sair muito bem através de ataques melee certamente resultará em um título muito bom. Os gráficos do jogo também são muito bonitos, vale ressaltar mais uma vez.

Gravei um vídeo de gameplay de Warhammer 40,000: Space Marine, o qual vocês podem conferir abaixo. Vale lembrar mais uma vez, também, que a demo do jogo está disponível na Xbox Live, na PSN e no Steam:

Link para o vídeo em 720p:

http://www.youtube.com/watch?v=o9HbfBZ0S78&hd=1

Poderá gostar também

Pin It on Pinterest