XboxPlus está no Facebook e Twitter!

Twitter Facebook

Até pouco tempo atrás, nossa conta no Twitter e página no Facebook eram simples feeds de notícias, exibindo automaticamente links para o conteúdo postado no site. Não mais. Já faz um tempo que eu e o Marcos passamos a ampliar nossa participação no Twitter, interagindo mais com nossos seguidores, repassando notícias rápidas, vídeos, imagens, sorteios, curiosidades e, com a ajuda do C. Aquino, promoções.

Agora, foi a vez da nossa página no Facebook ganhar uma reforma, em respeito aos mais de 2.400 pessoas que deram sua “curtida” por lá. Vamos passar a atualizar a página mais frequentemente, postando conteúdo mais ou menos nos mesmos moldes do que já fazemos no Twitter: notícias rápidas, sorteios, vídeos e imagens. Visto que o Facebook limita a propagação dos posts para forçar os donos a aderirem à compra de anúncios pagos (e assim aumentar o alcance das postagens), vamos precisar da sua ajuda para dar um empurrãozinho inicial na página.

Se você ainda não curtiu o XboxPlus, curta agora mesmo. Não esqueça de marcar a opção para permitir que as postagens apareçam no seu Feed de notícias (imagem abaixo). Feito isso, é só nos acompanhar por lá também, curtindo e — por que não? — compartilhando. 🙂

Facebook

Além do formulário de contato aqui no site, você também pode usar tanto o Twitter quanto o Facebook para se comunicar rapidamente com a gente, seja para bater um papo, fazer uma sugestão ou enviar uma pauta. Ficaremos felizes em ouvir — ou melhor, ler — o que vocês têm para nos dizer! No site do pássaro azul, você pode nos identificar pela assinatura ^MS de Microsoft Marcos Silva e ^AC/DC de Artur Carsten (eu!).

Espero que gostem! E nos vemos por lá!

Artur Carsten

Catarinense, amante da música eletrônica, estudante de medicina e jogador nas inexistentes horas vagas. Ocasionalmente, escreve artigos e coloca em dia a pilha interminável de jogos comprados em promoção no Steam. Já passou pelo Campo Minado, Continue, Guia do PC, Gemind e Oxygen e-Sports.

Twitter  

Poderá gostar também

5 Comments

  1. Pô, gostei desse final.

    Aliás AC/DC > Microsoft, hein (desconsiderando o quesito “grana”, claro)? hehehehe 😀

    Brincadeira. Mas é isso aí, pessoal. Toda ajuda é bem vinda, e estamos aí pra ouvir vocês, conversar, etc. 🙂

    Reply
  2. Sem duvida AC/DC > Microsoft hahahahah. Marcos se deu mal nessa.

    Mas legal isso gente. Pra ser bem sincera, eu só tinha curtido a página por curtir mesmo, do jeito que estava antes. Pq eu já assino o rss do site e o facebook funcionava basicamente como um.
    Agora vai ficar mais interessante.

    Reply
    • @Fefa,

      Com certeza…hehehe Bem mal…rs 🙂

      Aliás, mudando de assunto, sei que você “curte um som”. 😀 Assistiu algo do Rock ‘n Rio? Eu pirei naquele último dia, o único que, pelo que vi, teve metal (o único que assisti, também). Pirei principalmente com o Slayer e com o Iron.

      Voltando ao assunto, então, vamos tentar dar uma movimentada no Twitter e no Facebook, além de simples feeds.

      Reply
      • Opa, eu vi sim.
        Os que eu vi (não todos inteiros) foram:
        – Bon Jovi
        – Helloween (deveria estar no palco principal)
        – André Matos
        – Slayer
        – Iron Maiden, que me fez ir dormir as 2h30 da manhã e passar o dia seguinte com sono.

        E também o ‘Zépultura’. Viu? Zé Ramalho + Sepultura. Nao gosto de nenhum dos 2, mas e não é que ficou bom!?

        Reply
        • @Fefa,

          Opa, Helloween é fora de série. Não sei se já comentei por aqui, com você, mas o álbum que mais gosto desses caras (ou melhor, os álbuns, tenho em vinil, ainda, os 2 discos) é o Keeper of the Seven Keys. Concordo que deveria estar no palco principal. Mas, não sei. Tenho muita saudades do Michael Kiske. Eu gostei do show do André Matos, também. Aliás, como a voz desse cara está mais madura que na época do Angra, né? E, poxa, Living for the night é muito animal, não? Agora, Slayer e Iron sem comentários. O Iron a gente meio que espera tudo isso, mesmo. Não me surpreendeu muito, e não estou dizendo isso de forma negativa. É que os caras são… os caras, mesmo. Agora, o Slayer, o Tom Araia estava mal, mesmo, percebia-se. Psicologicamente. E mesmo assim foi um puta show. Deu saudades do Monsters of Rock de 94 (aliás, esse último foi fraquinho, né, salvo algumas exceções como os ótimos Whitesnake e Queensryche – Silent Lucidity ao vivo foi demais).

          Adorei a união do Sepultura com o Zé Ramalho, e eu gosto dos 2, Fefa…hehehe Curto muito o som do Zé Ramalho, aliás. 😀

          E desse Monsters, o que achou?

          Reply

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Pin It on Pinterest